Abismo de Virtudes - A devoção ao Sagrado Coração de Jesus (27/06/2019)

C0f0968555a1e046963baa6b5e74e3c9?s=47 Salve Maria
June 27, 2019
29

Abismo de Virtudes - A devoção ao Sagrado Coração de Jesus (27/06/2019)

Conferência sobre a Devoção ao Sagrado Coração de Jesus dada em 27/06/2019

Congregação Mariana da Imaculada Conceição e Santo Afonso de Ligório - Manaus, Amazonas • salvemaria.com.br

C0f0968555a1e046963baa6b5e74e3c9?s=128

Salve Maria

June 27, 2019
Tweet

Transcript

  1. 1.
  2. 2.

    Referências PIAZZA, Fernando. Eu reinarei, A devoção ao Sagrado Coração

    de Jesus. Lyceu do Coração de Jesus – 1932, SP. ___________. O Coração de Jesus segundo a doutrina de Santa Margarida Maria Alacoque. Praça dos restauradores, Lisboa – 1907 BELTRAMI, André. Santa Margarida Maria Alacoque, História da sua vida. Pia Sociedade salesiana – 1932, SP
  3. 3.

    “Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração”

    “Vós que estais sobrecarregados, vinde a Mim que eu vos aliviarei: o meu Coração é bom, é doce, misericordioso, ele dá a paz”
  4. 4.

    1. Santa Margarida Maria Alacoque Vida e santidade 2. Revelações

    do Sagrado Coração de Jesus Os pedidos às pessoas, às famílias e à Igreja 3. A Devoção ao Sagrado Coração de Jesus Abismo de virtudes
  5. 6.

    No princípio...  Horror ao pecado  Castidade  Amor

    à Virgem Maria  Companheira de sua mãe  Consolação no Santíssimo Sacramento  Oração ensinada por Nosso Senhor  Penitências após distrações frívolas  Matrimônio vs. Vida religiosa
  6. 7.

    Vida religiosa  Qual ordem?  Filhas de S. Francisco

    de Sales de Paray-le- Monial – Irmãs da Visitação  “Vá e ponha-se diante de Nosso Senhor como uma tela diante de um pintor”  Após adentrar no noviciado, passava por êxtases  Atos contínuos de amor a Nosso Senhor, pedindo humilhações  A luta com o queijo  “O amor não quer reservas”  Estrito cumprimento das regras e obediência
  7. 8.

    Mais próxima ao Salvador  Visão do céu – necessidade

    da cruz  Profissão religiosa – mais próxima de Nosso Senhor  Sagrado coração mais resplandecente que o sol e de grandeza infinita – “Abisma-te nas minhas grandezas e toma cuidado de ficar aqui”
  8. 10.

    Primeira revelação  27.dez.1673  Adoração ao SSmo. Sacramento 

    Reclinar a cabeça sobre o peito de Jesus  Primeira vez revela o Sagrado Coração com o lado visível envolto de espinhos
  9. 11.

    O meu Coração está tão apaixonado de amor pelos homens

    que, já não podendo conter dentro de si as chamas da sua ardente caridade, vê-se obrigado a expandi-las por teu intermédio e a manifestar-se, a fim de enriquecê-los dos seus preciosos tesouros e das graças de que necessitam, para evitarem a eterna perdição
  10. 12.

    Primeira revelação  Coração como um átomo transformado como uma

    chama ardente – Humilhação e Sofrimento – Dores de uma chaga invisível  Discípula predileta do Sagrado Coração  Apresentação da devoção: o Amor  Visão imaginária e intelectual
  11. 13.

    Segunda Revelação  Coração encerrado numa coroa de espinhos e

    em cima uma cruz  Desejo de tirar os homens do caminho da perdição  “Em todo o lugar que esta imagem for exposta para ser honrada derramará suas graças e suas bençãos”  Lembrança da Paixão
  12. 15.

    Isto é mais doloroso do que tudo o que sofri

    na minha Paixão, tanto que, se me retribuíssem o que fiz com algum sinal de amor, teria por pouco tudo o que sofri por eles e quisera, se possível fosse, fazer ainda mais; entretanto só correspondem com friezas e repulsas a todas as minhas solicitudes. Dá- me, ao menos tu, esta alegria, suprindo quanto puderes a sua ingratidão
  13. 16.

    Terceira revelação  Reparação honrosa, uma expiação de todos os

    delitos do mundo, uma consolação para o seu Coração abandonado  Chama ardente em S. Margarida
  14. 17.

    Em primeiro lugar, que comungasse todas as primeiras sextas feiras

    de cada mês, para reparar as injúrias que recebia no SS. Sacramento; em segundo lugar, que se levantasse todas as semanas na noite de quinta para sexta feira, entre as onze e a meia noite e se prostrasse durante uma hora com a face a terra, em expiação de todos os pecados dos homens e para consolar o seu Coração deste sensível abandono, do qual o sono dos Apóstolos no jardim das Oliveiras, era apenas um ligeiro anúncio e uma pálida imagem
  15. 18.

    Terceira revelação  Êxtase e febre muito alta  Obediência

    à superiora, pois Satanás ardia em desejo para enganá-la
  16. 19.

    Quarta Revelação  Entre 13 e 20 de julho de

    1675  Festa do Sagrado Coração  Ingratidão dos corações consagrados a Nosso Senhor
  17. 20.

    É por isso que te peço que na primeira sexta-feira

    depois da oitava do SS. Sacramento me seja dedicada uma festa particular para honrar o meu Coração, participando naquele dia da S. Comunhão, e fazendo honrosa emenda e reparação decorosa pelas indignidades que ele recebe. E eu te prometo que o meu Coração se dilatará para expandir com abundância as riquezas do seu amor sobre todos aqueles que lhe prestarem essa honra ou procurarem que por outrem lhe seja prestada
  18. 21.

    Quarta Revelação  S. Cláudio de la Colombiére, S.J., superior

    da residência de padres de Paray – Servo enviado por Deus  Meditação, oração e recolhimento  24.jun.1675 - Consagração conjunta ao Sagrado Coração de Jesus  União dos três corações - irmãos
  19. 23.

    A Devoção  Objeto: Coração Adorável de Jesus, abrasado em

    amor pelos homens e ultrajado pela ingratidão dos mesmos  Material: Coração de carne  Espiritual: O amor imenso que Nosso Senhor nos tem (principal)  Finalidade: honrar o Coração divino por meio de homenagens e reparar as injúrias que recebe no Sacramento do seu amor  Exercícios: homenagens  Frutos: reparação das injúrias
  20. 24.

    Por que o Coração?  Sede dos Atos de amor

     Ó rgão mais próximo da Alma  Bombeia o sangue, dá vida  “Meu Filho, dá-me teu coração” (Prov. XXIII, 26)  “O homem bom tira coisas boas do bom tesouro que está em seu coração, e o homem mau tira coisas más do mal que está em seu coração, porque a sua boca fala do que está cheio o coração” (Lc 6, 45)  “O meu coração me abandonou” (Salmo 37, 11)  “Agora voltai para mim com todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos; rasgai o coração, e não as vestes” (Joel 2, 12)
  21. 25.

    Por que a devoção?  Inexorável Justiça de Deus, ausente

    de Misericórdia  Ineficiência dos sacramentos  Predestinação
  22. 26.

    Por que a Devoção?  Rigor na justiça e na

    Misericórdia  Horror ao pecado e zelo para destruir seus efeitos  Santificação própria e de outras almas  Deus quer fazer conhecer o Seu Amor – “Vim trazer fogo à terra” (S. Luc XII, 49)
  23. 27.

    Reinado do Sagrado Coração  “Não temas nada, ó minha

    filha, eu reinarei apesar dos meus inimigos e de todos os que quiserem opor-se ao meu reinado”  Indivíduos  Consagração  Ato de desagravo  Sagrada Comunhão  Missa reparadora  Visitas ao Ssmo Sacramento  Hora Santa
  24. 28.

    Reinado do Sagrado Coração  Famílias  Consagração da Família

     Culto da imagem  Elementos essenciais: chamas, coroa de espinhos, cruz, larga ferida
  25. 29.

    Reinado do Sagrado Coração  Nações  Á rvore desejosa

    de espalhar seus ramos  Submissão de Luis XIV  Entrada na casa dos príncipes e reis  Consagração pessoal do Rei  Reinar no Palácio  Escolhido para reparar os opróbrios humanos  Por intermédio do Rei, quis reinar nos corações grandes da terra
  26. 30.

    Reinado do Sagrado Coração  Igreja  Festa celebrada anualmente

     Comunhão e ato de desagravo pelas ofensas  1765 – Papa Clemente XIII  Santificação da 1ª sexta-feira do mês  Igrejas e altares dedicados  Associações piedosas  Mês dedicado
  27. 31.

    Elementos importantes  Devoção ao Santíssimo Sacramento  Justiça e

    Misericórdia de Deus  Amor para com todos os fiéis  Reinado de Nosso Senhor