Upgrade to Pro — share decks privately, control downloads, hide ads and more …

Curso "A Reforma da Liturgia Romana" Aula III - Rumo ao Concílio

Curso "A Reforma da Liturgia Romana" Aula III - Rumo ao Concílio

Curso "A Reforma da Liturgia Romana"
Aula III - Rumo ao Concílio

Aula ministrada em 24/07

15da9fc679a095a86bd46a422773c25e?s=128

salvemaria

July 24, 2021
Tweet

Transcript

  1. A Reforma da Liturgia Romana • Aula III SALVEMARIA.COM.BR RUMO

    AO CONCÍLIO!
  2. A Reação Católica A resposta à Revolta Protestante A Contra-Reforma

    O Concílio de Trento A Reforma da Missa e do Breviário por S. Pio V Apesar das Reformas, crescente afastamento do povo da Liturgia 34 SALVEMARIA.COM.BR
  3. A Influência Doutrinal da Reforma Jansenismo (Séc. XVII) Afastamento dos

    Sacramentos; individualismo; mudanças na liturgia: língua, ofertório, caráter sacrificial Quietismo (Séc. XVII) Desprezo do culto público; imanentismo; romantismo; individualismo Galicanismo (Séc. XVII) e Febronianismo (Séc. XVIII) Enfraquecimento do poder papal; afastamento do Rito Romano. Racionalismo, Humanismo e Liberalismo (Séc. XVIII) Negação do transcendental; desprezo da religião; método histórico-científico; O culto da deusa razão e a Concordata de 1801; A liturgia revolucionária 35 SALVEMARIA.COM.BR
  4. Hirscher se entristecia em ver como o povo que assistiam

    a Missa eram deixados “por conta própria”, cada um procurando sozinho sua edificação. Ele se opôs aos hinos ou à recitação do Rosário durante a Missa. Ele queria que todos cantassem o Ordinário, advogava uma ampliação das missas feriais [redução do calendário dos santos], a comunhão em duas espécies, e tendia a pensar que a Missa deveria ser oferecida apenas quando o povo par tic ipasse atravé s da Comunhão. Ele afirmava que a Missa deveria ser celebrada na língua vulgar. – J. B. Von Hirscher (†1865) na obra de D. Rosseau “The Progress of the Litur y”, pg 55 57. 1951 36
  5. A Crise Anti- litúrgica Afastamento do fiéis da Liturgia Separação

    entre os fiéis e o sacerdote na Missa Multiplicação das devoções privadas durante a Missa em detrimento à assistência litúrgica O problema da Participação 37 SALVEMARIA.COM.BR
  6. A Crise Anti- litúrgica Sínodo de Pistóia Missa de Jubé

    Heresia Anti-Litúrgica Ódio pela Tradição nas fórmulas do culto divino Substituição das fórmulas de estilo eclesiástico pelas leituras da Sagrada Escritura Fabricar e introduzir novas fórmulas, afirmando serem antigas Subtrair do culto todas as cerimônias e todas as fórmulas que exprimem mistério, por consequência, o ódio ao latim, a Roma e a suas leis 38 SALVEMARIA.COM.BR
  7. Até hoje, pretendeu-se reformar Roma sem Roma, ou talvez até

    contra Roma. Ora, é necessário reformar Roma com Roma; fazer com que a reforma passe pelas mãos daqueles que devem ser reformados. Este é o método verdadeiro e infalível, mas é difícil. Hic opus, Hic labor. Ernesto Buonaiuti em Il modernismo cattolico, 1943 autor do manifesto modernista excomungado por S. Pio X 39
  8. Precursores Pe. Antonio Rosmini (1797 - 1855) Afirmava que a

    ignorância do povo do latim causa uma divisão entre o padre e o povo que impedia uma participação real dos fiéis Soluções: O latim deve ser aprendido pelo povo O povo deve ser instruído sobre a Missa e a Liturgia, de modo a participar bem dela Era contrário à introdução de novas línguas Seu livro, com 40 propostas, foi colocado no index Considerado um “profeta” por Paulo VI e João Paulo II. Feito Beato por Bento XVI. 40 SALVEMARIA.COM.BR
  9. Surge o Movimento Litúrgico ML: Uma renovação no fervor pela

    liturgia pelo clero e pelos fiéis “Sacrifício, Confissão, oração e louvor, mais que instrução” (IL) Que o clero voltasse a conhecer e amar o Rito Romano As três fases A Fase Belga (1909-1918) Didática e sacerdócio comunitário A Fase Alemã (1918-1945) Arqueologismo e experimentação A Fase Francesa (1945-1962) Reformas e reformas. O modernismo escancarado 41 SALVEMARIA.COM.BR
  10. O culto exterior permanecerá para sempre, tal como a hierarquia,

    mas a Igreja […] modificará a hierarquia e o culto de acordo com os tempos: a hierarquia se tornará mais simples, liberal, espontânea; o culto, mais espiritual. Por esta via, a Igreja se transformará num protestantismo, mas será um protestantismo ortodoxo e gradual, e não violento e agressivo. Ela não destruirá a continuidade apostólica do ministério eclesiástico, nem o culto, mas os transformará. Ernesto Buonaiuti em Il modernismo cattolico, 1943 autor do manifesto modernista excomungado por S. Pio X 42
  11. O cavalo de Tróia A Crise Modernista O “Retorno às

    fontes” Os Movimentos Litúrgico, Biblista, Ecumênico, Filosófico e Teológico Mudança pela práxis Inovação audaz e ambivalente Extenso uso da propaganda Pronta submissão exterior e anonimato Expressões ambíguas e influência Regime da exceção na legislatura eclesiástica 43 SALVEMARIA.COM.BR
  12. Eu acredito que o culto divino como é regulamentado pela

    Liturgia, o cerimonial e as rubricas da Igreja Romana irão, no futuro breve, em um Concílio Ecumênico, passar por uma transformação que as re s t au ra rá à ve n e ráve l simplicidade da Era de Ouro Apostólica e harmonizar-se c o m a c o n s c i ê n c i a d a civilização moderna Paul Roca (1830 1893), padre apóstata, posteriormente satanista público 44
  13. Seria temerário introduzir todas as mudanças como u m g

    o l p e . A l g u n s entusiastas disseram que os bispos andam como que “arrastando os pés”, mas é obviamente mais sábio a m u d a n ç a g r a d u a l e delicada. Se todas as mudanças acontecessem de repente, haveria resistência Cardeal Heenan, Cata Pastoral sobre a Reforma, 15/09/1969 45
  14. Para evitar as resistências, […] o Concílio deve fazer um

    esquema que abre a porta aos inovadores e aparenta fecha-la aos ultra-reformadores, mas apenas temporariamente. O plano é, portanto, uma t e n d ê n c i a d e r e f o r m a moderada, seguida por uma progressiva acentuação nessa tendência para, então, dar lugar aos ultra-reformadores Adrien Nocent, em 1961 46