Upgrade to Pro — share decks privately, control downloads, hide ads and more …

Elementos do Culto Mariano

C0f0968555a1e046963baa6b5e74e3c9?s=47 Salve Maria
October 03, 2020

Elementos do Culto Mariano

Oitava aula do Curso de Preparação para Consagração a Nossa Senhora, segundo o método de São Luís Maria Grignion de Montfort, dada por video-conferência em 03/10/2020 sobre os elementos do Culto Mariano

C0f0968555a1e046963baa6b5e74e3c9?s=128

Salve Maria

October 03, 2020
Tweet

Transcript

  1. AULA 8 salvemaria.com.br Congregação Mariana da Imaculada Conceição de Nossa

    Senhora e de Santo Afonso Maria de Ligório - Manaus / AM Curso de Preparação para a Consagração a Nossa Senhora ELEMENTOS DO CULTO MARIANO
  2. ORAÇÕES INICIAIS

  3. I - Coroa de Excelência ℣. Dignare me laudare te,

    Virgo sacrata. ℟. Da mihi virtutem contra hostes tuos. Credo. Pai Nosso . Ave Maria . Sois Bem-aventurada, ó Virgem Maria, que levastes em vosso seio o Senhor, Criador do mundo; destes à luz a Quem Vos formou, e Sois Virgem perpétua. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria. Ó Santa e imaculada virgindade, não sei com que louvores Vos possa exaltar; pois quem os céus não puderam conter, Vós O levastes em vosso seio. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria. Sois toda formosa, Virgem Maria, e não há mancha original em vós. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria. Possuís, ó Virgem Maria, tantos privilégios, quantas são as estrelas no céu. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. ℣. Glória ao Pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo. ℟. Assim como era no princípio… COROINHA DE NOSSA SENHORA
  4. II - Coroa de Poder Pai Nosso . Ave Maria

    . Glória a Vós, imperatriz do céu, conduzi-nos convosco aos gozos do paraíso. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria. Glória a Vós, tesoureira das graças do Senhor, dai-nos parte no vosso tesouro. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria. Glória a Vós, medianeira entre Deus e os homens, tornai-nos propício o Todo-poderoso. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria. Glória a Vós, que esmagais as heresias e o demônio: sede nossa guia piedosa. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. ℣. Glória ao Pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo. ℟. Assim como era no princípio… COROINHA DE NOSSA SENHORA
  5. III - Coroa de Bondade Pai Nosso . Ave Maria

    . Glória a Vós, refúgio dos pecadores; intercedei por nós junto do Senhor. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria. Glória a Vós, Mãe dos órfãos; fazei que nos seja propício o Pai Todo-Poderoso. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria. Glória a Vós, alegria dos justos; conduzi-nos convosco às alegrias do céu. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria. Glória a Vós, nossa auxiliadora mui prestimosa na vida e na morte; conduzi-nos convosco para o reino do céu. ℣. Alegrai-Vos, Virgem Maria. ℟. Alegrai-Vos mil vezes. ℣. Glória ao Pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo. ℟. Assim como era no princípio… COROINHA DE NOSSA SENHORA
  6. Conclusão Oremos: Ave, Maria, Filha de Deus Pai; Ave, Maria,

    Mãe de Deus Filho; Ave, Maria, Esposa do Espírito Santo; Ave, Maria, templo da Santíssima Trindade; Ave, Maria, Senhora minha, meu bem, meu amor, Rainha do meu coração, Mãe, vida, doçura e esperança minha mui querida, meu coração e minha alma. Sou todo vosso, e tudo o que possuo é vosso, ó Virgem sobre todos bendita. Esteja, pois, a mim a vossa alma para engrandecer o Senhor; esteja em mim vosso espírito para rejubilar em Deus. Colocai-Vos, ó Virgem fiel, como selo sobre o meu coração, para que, em Vós e por Vós, seja eu achado fiel a Deus. Concedei, ó Mãe de misericórdia, que me encontre no número daqueles que amais, ensinais, guiais, sustentais e protegeis como filhos. Fazei que, por vosso amor, despreze todas as consolações da terra e aspire só as celestes; até que, para glória do Pai, Jesus Cristo, Vosso Filho, seja formado em mim, pelo Espírito Santo, vosso Esposo fidelíssimo, e por Vós, sua Esposa mui fiel. Assim seja. Sub tuum praesidium À vossa proteção recorremos, santa Mãe de Deus; não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades; mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita. ℣. Nos cum prole pia. ℟. Benedicat Virgo Maria COROINHA DE NOSSA SENHORA
  7. Vésperas ℣. Em meu socorro vinde já, Senhora. ℟. Do

    inimigo livrai-me vencedora. ℣. Glória ao Pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo. ℟. Assim como era no princípio… Relógio de Ezequias, que atrasado Foi, para o Sol Divino nos ser dado Em Vós o imenso quis ser abatido Para que ao Céu fosse o mortal subido. Brilhando com raios de tal Sol É Vossa Conceição claro Arrebol Guiai-nos, pois, calcada a serpe crua. Ó entre espinhos flor, piedosa Lua. Amém ℣. Eu fiz nascer no céu a luz, que não se apaga. ℟. E cobri como névoa, a terra toda. ℣. Protegei, Senhora, a Minha oração. ℟. E chegue até Vós o meu clamor. OREMOS: Santa Maria, / Rainha do céus, / Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo e Dominadora do mundo, / que a ninguém desamparais nem desprezais; / ponde Senhora em mim, / os olhos de vossa piedade / e alcançai-me de vosso amado Filho / o perdão de todos os meus pecados; / para que / venerando agora / afetuosamente / a Vossa Imaculada Conceição, / consiga depois a coroa da eterna bem-aventurança; / Por mercê do mesmo Vosso Filho Jesus Cristo, Senhor Nosso, / que com o Pai e o Espírito Santo / vive e Reina em unidade perfeita / Deus pelos séculos dos séculos. / Amém. ℣. Protegei Senhora a Minha oração. ℟. E chegue até Vós o meu clamor. ℣. Bendigamos ao Senhor. ℟. Demos Graças a Deus. ℣. Que as almas dos fiéis defuntos por Misericórdia de Deus descansem em paz. ℟. Amém. PEQUENO OFÍCIO DA IMACULADA CONCEIÇÃO
  8. Completas ℣. Converta-nos Jesus, por vosso amor; ℟. E retire

    de nós o seu furor. ℣. Em meu socorro vinde já, Senhora. ℟. Do inimigo livrai-me vencedora. ℣. Glória ao Pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo. ℟. Assim como era no princípio… Salve, florente Virgem Ilibada, Meiga Rainha de astros coroada. Mais pura que os anjos, tendes trono. À direita do Rei, em nosso abono. Ó Mãe da Graça, nossa doce esperança. Do mar estrela e porto de bonança, Porta do Céu, saúde na doença, De Deus guiai-nos à feliz presença. Amém ℣. Vosso nome ó Maria, é como um bálsamo. ℟. Muito vos amam vossos fiéis servos. ℣. Protegei, Senhora, a Minha oração. ℟. E chegue até Vós o meu clamor. OREMOS: Santa Maria, / Rainha do céus, / Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo e Dominadora do mundo, / que a ninguém desamparais nem desprezais; / ponde Senhora em mim, / os olhos de vossa piedade / e alcançai-me de vosso amado Filho / o perdão de todos os meus pecados; / para que / venerando agora / afetuosamente / a Vossa Imaculada Conceição, / consiga depois a coroa da eterna bem-aventurança; / Por mercê do mesmo Vosso Filho Jesus Cristo, Senhor Nosso, / que com o Pai e o Espírito Santo / vive e Reina em unidade perfeita /Deus pelos séculos dos séculos. / Amém. ℣. Protegei Senhora a Minha oração. ℟. E chegue até Vós o meu clamor. ℣. Bendigamos ao Senhor. ℟. Demos Graças a Deus. ℣. Que as almas dos fiéis defuntos por Misericórdia de Deus descansem em paz. ℟. Amém. PEQUENO OFÍCIO DA IMACULADA CONCEIÇÃO
  9. Depois do Ofício Aceitai ó Virgem, esta devoção em louvor

    da vossa Pura Conceição. Sede-nos na vida, defensora e guia. Sede-nos alento, em nossa agonia: Ó Mãe de bondade, Ó Doce Maria. Esta é a Virgem admirável, na qual não houve a nódoa original, nem sombra do pecado. ℣. Na vossa Conceição, ó Virgem, fostes Imaculada. ℟. Rogai por nós ao Eterno Pai, cujo Filho destes ao mundo. OREMOS: Ó Deus, / que pela Imaculada Conceição da Virgem / preparastes ao vosso Filho uma digna Morada: / nós vos rogamos, / que pois, / em virtude da previsão da morte do mesmo Vosso Filho,/ a preservastes de toda a mancha, / também nos concedais, que, / purificados por sua intercessão, / cheguemos à Vossa Divina presença. / Pelo mesmo Jesus Cristo Nosso Senhor. / Amém. PEQUENO OFÍCIO DA IMACULADA CONCEIÇÃO
  10. • BOVER, Pe. José M., SJ. Maria Medianeira de Todas

    as Graças. Livraria Apostolado da Imprensa: Porto, 1957. • Catecismo Romano, nova versão portuguesa baseada na edição autêntica de 1566; tradução de Frei Leopoldo Pires Martins, O. F M. Serviço de Animação Eucarística Mariana: Petrópolis, 1950. • LOMBAERDE, Pe. Júlio Maria de. O Segredo da Verdadeira Devoção para com a Santíssima Virgem. Opus Cordis Mariae. 2012. • MERKELBACH, Benito Enrique, OP et ARENIILLAS, Pe. Pedro, OP. Mariologia - Tratado de la Santisima Virgen María Madre de Dios y Mediadora entre Dios y los Hombres. Desclée de Brouwer Y Cia: Bilbao, 1954. • MONTFORT, São Luiz Maria Grignon de. Tratado da Verdadeira Devoção á Santíssima Virgem. Vozes. REFERÊNCIAS AULA 8 salvemaria.com.br Congregação Mariana da Imaculada Conceição de Nossa Senhora e de Santo Afonso Maria de Ligório - Manaus / AM 10
  11. SOBRE O CULTO MARIANO

  12. CULTO "Honra tributada, com submissão e reconheci- mento de dependência,

    a uma pessoa superior e mais excelente" • Aperfeiçoamento da nossa natureza 1. pela verdade (consideração de valores morais), 2. pelo bem (prática das virtudes), 3. pela beleza (agrado intelectual no bem). • O superior pode até tributar honra ao inferior, mas nunca culto. • A banalização deste princípio conduz à deformação da nossa natureza. Nossa Senhora, Sedes Sapientiae AULA 8 salvemaria.com.br Congregação Mariana da Imaculada Conceição de Nossa Senhora e de Santo Afonso Maria de Ligório - Manaus / AM 12
  13. ESPÉCIES DE CULTO • Por razão da diversa excelência, termo

    formal do culto. • Por razão do modo diverso em que o culto recai sobre seu objeto. • Por razão do modo em que se exerce ou se manifesta. São Tomás de Aquino, Doutor da Igreja AULA 8 salvemaria.com.br Congregação Mariana da Imaculada Conceição de Nossa Senhora e de Santo Afonso Maria de Ligório - Manaus / AM 13
  14. POR RAZÃO DA DIVERSA EXCELÊNCIA • Culto supremo de latria

    - devido a Deus por sua excelência incriada, é o testemunho ao reconhecimento da excelência do primeiro princípio, um sinal da nossa total submissão ao Supremo Senhor. • Culto de dulia - devido às criaturas por suas diversas excelências finitas (pai, rei, chefe, mestre, sábio, etc., e os santos), pelo que se divide em várias espécies: dulia civil, dulia sagrada, dulia natural, dulia sobrenatural, etc. São Pio X, Papa AULA 8 salvemaria.com.br Congregação Mariana da Imaculada Conceição de Nossa Senhora e de Santo Afonso Maria de Ligório - Manaus / AM 14
  15. POR RAZÃO DA DIVERSA EXCELÊNCIA • O culto de dulia

    sobrenatural (devido aos santos) - pela excelência sobrenaturalmente participada de Deus - é religioso e subordinado ao culto divino: quer se faça por impulso da religião (honrar a Deus em seus santos), quer se faça pelo fim da religião (venerar os santos em honra de Deus). • Culto de hiperdulia - termo reservado para designar a suprema dulia sobrenatural, devida à Santíssima Virgem, pelo grau eminentíssimo de participação sobrenatural na excelência divina. Anunciação e Encarnação do Verbo AULA 8 salvemaria.com.br Congregação Mariana da Imaculada Conceição de Nossa Senhora e de Santo Afonso Maria de Ligório - Manaus / AM 15
  16. POR RAZÃO DO MODO DIVERSO EM QUE O CULTO RECAI

    SOBRE SEU OBJETO • Culto absoluto - tributado a alguém por uma excelência própria e intrínseca a ele mesmo: quer se identifique com ele (como em Deus), quer esteja aderida a ele (como a graça aos santos), quer lhe esteja substancialmente unida (como a mão ao homem). • Culto relativo - tributado a alguém por uma excelência extrínseca que não se dá nele mesmo, senão que se encontra em outro com o que tem relação de representação ou de conexão: nome de Deus, imagens sagradas, cruz de Cristo, instrumentos da paixão, relíquias, etc. De modo que o culto não acaba nestes objetos, mas tem por objeto final aquele a quem representam. Relíquias da Verdadeira Cruz AULA 8 salvemaria.com.br Congregação Mariana da Imaculada Conceição de Nossa Senhora e de Santo Afonso Maria de Ligório - Manaus / AM 16
  17. POR RAZÃO DO MODO EM QUE SE EXERCE OU SE

    MANIFESTA • Culto meramente interno - rendido com os atos internos da alma, o entendimento e a vontade. • Culto interno e externo - rendido com os atos internos da alma e também com atos exteriores do corpo, as palavras e as obras, como um sinal pelo qual se manifesta o culto interno, um meio pelo qual se lhe excita e fomenta, um efeito pelo que se satisfaz ou se honra a Deus ou a um Santo coletiva ou socialmente, pelo que é uma expressão sensível do culto interior. Culto público do Santo Sacrifício da Missa AULA 8 salvemaria.com.br Congregação Mariana da Imaculada Conceição de Nossa Senhora e de Santo Afonso Maria de Ligório - Manaus / AM 17
  18. QUAL É O CULTO DEVIDO A NOSSA SENHORA? • Por

    razão da diversa excelência: • Por razão do modo diverso em que o culto recai sobre seu objeto: • Por razão do modo em que se exerce ou se manifesta: • Hiper dulia. • Absoluto. • Interno e externo. AULA 8 salvemaria.com.br Congregação Mariana da Imaculada Conceição de Nossa Senhora e de Santo Afonso Maria de Ligório - Manaus / AM
  19. ELEMENTOS DO CULTO

  20. DEVERES DE CULTO Causas: • Dignidade de Mãe de Deus.

    • Exímia santidade e perfeição. • Preclaros ofícios a nosso respeito. AULA 8 salvemaria.com.br Congregação Mariana da Imaculada Conceição de Nossa Senhora e de Santo Afonso Maria de Ligório - Manaus / AM 20
  21. ELEMENTOS DO CULTO Consequências: • Veneração e reverência - por

    causa de suas excelências, sobretudo a maternidade divina; • Confiança e invocação - porque é poderosíssima e misericordiosa mediadora ante Deus; • Amor filial, sobretudo porque é Mãe de Deus e nossa mãe espiritual; • Imitação de suas virtudes e de sua santidade. AULA 8 salvemaria.com.br Congregação Mariana da Imaculada Conceição de Nossa Senhora e de Santo Afonso Maria de Ligório - Manaus / AM 21
  22. None