Upgrade to Pro — share decks privately, control downloads, hide ads and more …

Respexit Humilitatem - Comentários ao Trecho Evangélico da Visitação de Nossa Senhora a S. Isabel

Respexit Humilitatem - Comentários ao Trecho Evangélico da Visitação de Nossa Senhora a S. Isabel

“Benedicta tu inter mulieres et benedictus fructus ventris tui" (Lc 1, 32) - "Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre". S. Isabel, ao ouvir a saudação de Maria, com estas palavras, reconheceu a glória de Deus presente naquela humilde jovem, prometida a um carpinteiro e moradora de uma simples casa em Nazaré. Nossa Senhora sendo o canal da graça de Deus levou até a casa de S. Zacarias não só a sua humilde caridade, mas encheu aquelas almas do Espírito Santo, livrando S. João do pecado original e preparando-o para sua missão de precursor de Cristo. Por tudo isto e por muitas outras graças, declarou: "quia fecit mihi magna qui potens est et sanctum nomen ejus" (Lc 1, 49) - “realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo”.

15da9fc679a095a86bd46a422773c25e?s=128

salvemaria

July 12, 2021
Tweet

Transcript

  1. 11 de julho de 2021 CONGREGAÇÃO MARIANA DA IMACULADA CONCEIÇÃO

    E SANTO AFONSO DE LIGÓRIO Comentários ao trecho evangélico da Visitação de Nossa Senhora a S. Isabel salvemaria.com.br - Manaus/AM
  2. Calendário Mariano 11/07 - VII Domingo depois de Pentecostes, 2ª

    Classe 12/07 - S. João Gualberto, abade 13/07 - Féria 14/07 - São Boaventura, bispo, confessor e doutor da Igreja 15/07 - Bem-aventurado Inácio de Azevedo e Companheiros, Mártires; B. Pedro Berna, mártir e congregado 16/07 - Nossa Senhora do Monte Carmelo (Aniversário da fundação da Confederação Nacional das CCMM) 17/07 - S. Maria no Sábado
  3. Referências Landucci, Pier Carlo. Maria Santíssima no Evangelho. Ed. Pinus,

    2018, Brasília - DF Catena áurea. Disponível em <https://hjg.com.ar/catena/> Lápide, Cornelius à. The Great Commentary - St. Luke. 1908 Roschini, OSM. Gabrielle. La Vida de la Virgen Maria. Ediciones Paulinas, 1948, Buenos Aires
  4. Lc. 1, 39 - 56 "39. Naqueles dias, Maria se

    levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá. 40. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. 41. Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42. E exclamou em alta voz: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. 43. Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor? 44. Pois assim que a voz de tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio. 45. Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!”. 46. E Maria disse: “Minha alma glorifica ao Senhor, 47. meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, 48. porque olhou para sua pobre serva. Por isso, desde agora, me proclamarão bem- aventurada todas as gerações, 49. porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo. 50. Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem. 51. Manifestou o poder do seu braço: desconcertou os corações dos soberbos. 52. Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes. 53. Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos. 54. Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia, 55. conforme prometera a nossos pais, em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre”. 56. Maria ficou com Isabel cerca de três meses. Depois voltou para casa."
  5. 39. Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas

    às montanhas, a uma cidade de Judá. 40. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. Retira-se do estado de intensa contemplação Escolhe a "parte de Marta", a pior parte A vida ativa S. Tomás: abandonar por algum tempo as doçuras da contemplação para o cumprimento da Vontade de Deus "Não se faz a modo de subtração, mas de adição" - A vida ativa se torna pressuposto da contemplativa Por quê? Já havia se passado 6 meses; S. Isabel possuía ajuda Desafogo de Nossa Senhora? Curiosidade? Não só uma prova da glória de Deus, mas um Convite à ação por S. Gabriel Harmonia com o "Fiat" - Odediência e sacrifício
  6. 39. Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas

    às montanhas, a uma cidade de Judá. 40. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. Humildade Esforço para retirar-se do recolhimento Mãe de Deus diante da mãe do Precursor Perigos da Viagem - Ain - Karim Quatro dias Região montanhosa Parabenizar S. Isabel pela graça de conceber um filho "Naqueles dias..." Breve tempo ainda permaneceu (2 ou 3 dias) "às pressas" - zelo e presteza (fervor) S. José - "partiu para o Egito" Consequências Anúncio da concepção do Verbo Santificação de S. João Batista Encher do espírito Santo todos da casa Exemplo de humildade e caridade "Paz para ti" / "Bem-aventurado Aquele que nos fez viver até hoje"
  7. 41. Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a

    criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. Três prodígios Santificação de S. João Alegria do Batista - exultação racional (uso da razão) Transbordamento de graça de S. Isabel "A voz da Virgem é a voz de Deus encarnada nela" S. João reconheceu Cristo no ventre de Maria e comunicou sua alegria para S. Isabel "Isabel primeiro ouviu a palavra, mas João experimentou primeiro a graça. A mãe não estava cheia antes do filho, mas quando o filho foi preenchido pelo Espírito Santo, ele preencheu também a mãe" Com o mínimo de meios, a Virgem conseguiu o máximo de efeitos Fiat; Bodas de Caná "d'Ele saía virtude e curava a todos" (Lc 6, 19)
  8. 42. E exclamou em alta voz: “Bendita és tu entre

    as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. 43. Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor? "Bendita..." - Todas as graças e benefícios dados a Nossa Senhora vem por meio da Maternidade Divina S. Isabel soube da concepção do Verbo "Donde me vem... " - Humildade e reverência de S. Isabel Como S. João - "Tu vens a mim; sou eu que deveria ser batizado por ti" (Mt. III, 14) Palavras proféticas de S. Isabel x Mudez de S. Zacarias "Senhor"... Deus Rei dos Reis; Filho de Deus Nossa Senhora é de fato mãe de Deus Cristo tem duas naturezas
  9. 44. Pois assim que a voz de tua saudação chegou

    aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio. 45. Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!” Purificação de S. João Batista Alegria - Razão "meu espírito exulta em Deus, meu Salvador" Martírio "Bem-aventura tu que creste..." - que creu na notícia do anjo Censura a S. Zacarias
  10. Engrandece minha alma ao Senhor, e meu espírito se regozija

    em Deus, meu Salvador, porque olhou a humildade de sua escrava (46-48) Portanto, já desde agora me chamarão bem-aventurada todas as gerações porque fez em mim coisas grandes o Todo-poderoso, e Santo é seu nome (48b-49) Sua misericórdia derrama-se de geração em geração sobre os que o temem. Fez prodígio com seu braço, desfez os planos do coração dos soberbos, (50-51) Destronou os poderosos e exaltou os humildes encheu de bem os famintos e os ricos despediu sem nada (52-53) Recebeu a Israel, seu Servo, lembrando-se de sua misericórdia: segundo a promessa que fez a nossos pais, Abraão e sua descendência, para sempre (54-55) Louvor pelas Bençãos de Deus a N. Senhora Louvor pelas Bençãos de Deus ao povo eleito, antes de Cristo Louvor pela Encarnação do Verbo
  11. 46. E Maria disse: “Minha alma glorifica (engrandece) ao Senhor,

    47. meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, Aparente contradição: "Eis a escrava do Senhor" x "Eis que o Todo-Poderoso fez em mim maravilhas" Humildade é verdade - atribuição do que possui a Deus Necessidade em expressar os favores divinos - distinção em quem recebe a mensagem Na anunciação, preocupação e reflexão, na Visitação, louvor Cultura bíblica de Nossa Senhora "Alma" Nossa Senhora tinha total poder sobre ela Filosoficamente, simboliza todo o ser Escrava "Engrandece" - proclama como sendo grande Exemplo do binóculo Deus engrandece Nossa Senhora - benefícios "Exulta" - aoristo grego "Salvador" Nossa Senhora também redimida
  12. 48. porque olhou a humildade de sua escrava. Por isso,

    desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, Causa dos elogios anteriores "Olhou" - benevolência "Humilitas" - baixeza, vida pobre, miséria "Ó verdadeira humildade que trouxe Deus aos homens, deu vida aos mortais, fez novos céus e uma terra pura, e deu liberdade às almas dos homens. A humildade de Maria foi feita a escada celestial pela qual Deus desceu a Terra." S. Agostinho "Bem-aventura por todas as gerações" Profecia Maternidade Divina
  13. 49. porque realizou em mim maravilhas (coisas grandes) aquele que

    é poderoso e cujo nome é Santo. 50. Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem. Deus pode fazer coisas melhores que outras, a exceção de 3 (S. Tomás): Encarnação do Verbo Maternidade Divina Visão Beatífica Deus é santo e todas as suas obras Santo - separado - sacrifício Uma história de miséria e misericórdia
  14. 51. Manifestou o poder do seu braço: desconcertou os corações

    dos soberbos. 52. Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes. "Braço" manifestação do poder de Deus O Verbo "Grandes coisas os demônios e o diabo sabiam sobre os gentios, os fariseus e os escribas; Porém, Deus os depôs e levantou aqueles que se humilhavam sob a poderosa mão de Deus (1Pe 5), dando-lhes a virtude de pisar em serpentes, escorpiões e todo o poder do inimigo com os pés (Lc 10). Os judeus também se orgulhavam de seu poder, mas sua incredulidade os derrubou; e dentre os gentios muitos, obscuros e humildes, ascenderam, pela fé, ao cume da perfeição." "O que se exalta será humilhado e o que se humilha será exaltado" (Luc. 18, 14)
  15. 53. Saciou de bens os indigentes (famintos/pobres) e despediu de

    mãos vazias os ricos. 54. Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia, 55. conforme prometera a nossos pais, em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre "Famintos" - Alimentou os Hebreus com o Maná; Elias quando teve fome; Daniel na cova dos leões Saciou Nossa Senhora, sedenta de justiça, com a encarnação Sagrada Comunhão "Pobres" - pobres de espírito Parábola do banquete nupcial Libertação do povo hebreu - Moisés, Josué, David Na subjugação romana - salvação encerrada no ventre de N. Senhora Israel - homem que vê a Deus; que tem o poder de Deus Promessas de Deus cumpridas em Nossa Senhora, da linhagem de David
  16. 56. Maria ficou com Isabel cerca de três meses. Depois

    voltou para casa. As mães mais singulares Arca da aliança na casa de Obededom Viu ou não o nascimento de S. João?
  17. Verdadeiramente, esta é uma canção de grande louvor, mas também

    de humildade devota que permite que ela não retenha nada para si mesma, mas devolve tudo àquele cujas bênçãos outorgadas a si mesma ela estava celebrando. Tu, diz ela, engrandece a Mãe do Senhor, mas minha alma engrandece o Senhor, Tu declara! que teu filho pulou de alegria ao ouvir minha voz, mas meu espírito se alegrou em Deus meu Salvador. Ele se alegra como amigo do noivo com a voz do noivo. Tu dizes que ela é bem- aventurada aquela que creu, mas a causa da fé e da bem-aventurança é a consideração da Bondade Celestial, de modo que, por causa disso, todas as gerações me chamarão bem- aventurada, porque Deus considerou a baixeza de sua serva.