Upgrade to Pro — share decks privately, control downloads, hide ads and more …

[Unicorn tech + b2w ] Quem é esse tal de Spring?

[Unicorn tech + b2w ] Quem é esse tal de Spring?

Transcript

  1. Quem é esse tal de Spring? Kamila oliveira

  2. Kamila oliveira Dev Backend Co-org da WomakersCode, Perifacode e DevsJavaGirl

    Crio conteúdo de tech no insta @kamila_code
  3. Fornece um modelo abrangente de configurações para aplicações baseadas em

    Java, ele deixa que nos concentremos em desenvolver a aplicação , já deixando grande parte das configurações prontas ou extremamente simplificadas para nós pessoas desenvolvedoras. Spring Framework
  4. Tem features que abordam injeção de dependências, validações de dados,

    testes, consumo de APIs, acesso a banco de dados, desenvolvimento de aplicações Web, integrações e também pode ser utilizado com linguagens como Kotlin e Groovy. Spring Framework
  5. Permiite a criação de uma aplicação rapidamente , tendo um

    servidor embutido, um "starter"onde podemos escolher as dependências iniciais da aplicação, health check da aplicação, sem a necessidade de configurar diversas dependências via XML. Spring Boot
  6. Spring Initialzr

  7. Abstrai grande parte das configurações e já fornece uma base

    para sua aplicação ser executada, por meio do Spring Security podemos facilmente adicionar autenticação na nossa aplicação e conectar e realizar consultas á banco de dados sem quase nenhuma configuração por meio do Spring data + algum driver do banco desejado Web Apps
  8. Por meio do Projeto Spring Cloud, temos diversas soluções para

    serem utilizadas em nossos microsserviços. Microsservicos
  9. Imagem retirada de : https://spring.io/microservices

  10. Muitos projetos Spring, principalmente os relacionados à microsserviços que comentamos

    antes são voltados para a construção de aplicações Cloud Native, seguindo o 12 factor-apps. Cloud
  11. Imagem retirada de : https://spring.io/cloud

  12. Por meio do Spring Webflux, podemos criar aplicações assíncronas e

    não bloqueantes e utilizar todos os benefícios da programação reativa e suas bibliotecas como Reactor e RxJava. Reactive
  13. Em aplicações Serverless não precisamos nos preocupar tanto com alocação

    de recursos de demais caracterósotcas referentes ao servidor da aplicacão, Faas (Function as a Service), Sprimg Cloud Function Serverless
  14. para aplicações orientada a eventos (stream), temos o Spring Cloud

    Stream que possui integração com o Kafka . Event Driven
  15. Para processamento de grandes rotinas e jobs em geral, temos

    o projeto Spring Batch Batch
  16. Um dos projetos mais conhecidos e utilizados, responsável por abstrair

    grande parte do nosso trabalho com banco de dados, como escrever query simples (salvar, busca por id, dentre outros). Spring Data
  17. Provê diversas ferramentas que auxiliam no desenvolvimento de microsserviços, como

    Config Server, load balance, circuit breakers, gateway, dentre outros. Spring Cloud
  18. Suporta autenticação via JWT, serviços Oauth (desenvolvimento do seu próprio

    servidor Oauth ou ser o client e se conectar no server de autenticação via rede social por ex). Spring Security
  19. None
  20. None
  21. None
  22. None
  23. https://github.com/Kamilahsantos/TodoListUnicornTech

  24. None
  25. None
  26. None
  27. None
  28. None
  29. None
  30. exemplo baseado nesse tutorial: https://rieckpil.de/spring-webclient- oauth2-integration-using-github-as-an-example/

  31. None
  32. None
  33. None
  34. https://spring.io/why-spring https://spring.io/projects/spring- framework#overview https://spring.io/web-applications https://spring.io/microservices https://spring.io/cloud https://spring.io/reactive Referências

  35. https://spring.io/event-driven https://spring.io/batch https://spring.io/projects/spring-boot https://spring.io/projects/spring-data Referências