Upgrade to Pro — share decks privately, control downloads, hide ads and more …

pray → vote → stake: the age of decentralized consensus

pray → vote → stake: the age of decentralized consensus

Nessa palestra desenvolvemos a ideia de que a humanidade passa a algumas décadas por um processo de descentralização. Chegamos então ao momento atual, onde tecnologias como Blockchain possibilitam a criação de modelos financeiros descentralizados. Apresentamos conceitos básicos de cripto-moedas, finanças descentralizadas e organizações autônomas descentralizadas.

81ec90c2bc2976a1ddb6abb52051524d?s=128

Alan R. Fachini

February 10, 2021
Tweet

Transcript

  1. pray⇢vote⇢stake the age of decentralized consensus Colóquios de Ciência da

    Computação https://discord.gg/vjUqCfmdpA 10/02/2021
  2. Alan R. Fachini alfakini alfachini alfakini.com alfachini

  3. OBJETIVO DESSA APRESENTAÇÃO Não queremos discutir o que é certo

    ou melhor. Mas entender o porque. Contextualizar acontecimentos recentes, contextualizar o momento histórico da humanidade, entender melhor o mundo onde estamos vivendo, reduzir ansiedade para navegar melhor por essa vida, convencer mais pessoas a estudarem as mudanças políticas, sociais e tecnológicas pelas quais estamos passando. Tecnologia é ferramenta. Alguém que só sabe de tecnologia, é ferramenta. Precisamos entender não só como fazer algo, mas porque estamos ou precisamos fazer.
  4. Porque a gente pensa como a gente pensa?

  5. Pensamento religioso Pensamento analítivo Pensamento sistêmico

  6. 1º ato: pray to god

  7. None
  8. PENSAMENTO MEDIEVAL (RELIGIOSO) • O rei é o representante divino;

    • Cristandade: você é alguém se faz parte do todo, coletividade; • Deus é imóvel, então tudo é imóvel, nada muda; • Nominalismo (Francisco de Assis, 1226): ◦ Cada indivíduo possui uma forma específica e particular, personalidade; ◦ Os seres humanos não possuem a mesma natureza, subjetividade; ◦ O direito deve partir da vontade humana e não da natureza das coisas; ◦ Somente a vontade humana vincula o homem às leis; ◦ Começa a germinar uma ideia de contrato social.
  9. REFORMA PROTESTANTE (1517 - 1648) • Guilherme de Ockham articula

    o nominalismo e propõe a ideia da separação do estado e da igreja; • Lutero é influenciado pelas ideias de Guilherme de Ockham; • Servir a Deus no trabalho, não no mosteiro; • A liberdade é dada pela educação; • A finalidade da educação é aprender um ofício (nossa sociedade baseada no trabalho); • Todos serão chamados para uma profissão para servir aos outros; • O artesão: nas culturas de tradição protestante o trabalho manual é valorizado. A artesania de software.
  10. A LINGUAGEM, EDUCAÇÃO E CIÊNCIA • Lutero exige que cada

    pessoa possa ler e interpretar a bíblia; • O indivíduo que domina a linguagem é livre para interpretar o texto bíblico; • A linguagem é a mediação pelo qual se tem acesso à realidade; • O indivíduo assume a autoridade histórica do papa; • A partir disso criam-se interpretações diferentes da realidade; • XVII e XVIII as escolas de formação teológica para pastores protestantes darão origem às universidades norte-americanas: Harvard, Yale, Princeton. Uma única interpretação da bíblia Múltiplas interpretações da bíblia
  11. A SECULARIZAÇÃO Estado Moderno: • Tolerância; • Ciência; • Educação;

    • Qualidade de vida; • Humanização; • Materialismo; • Desumanização; • Guerra; • Exploração dos recursos naturais. Estados medievais Estados modernos
  12. Deus torna-se material, toca o humano.

  13. DEMOCRACIA • O modelo presbiteriano dá origem ao parlamentarismo; •

    No Calvinismo as pessoas escolhem quem governa a igreja; • Suíça e Holanda começa a fazer isso no nordeste, mas são expulsos pelos portugueses. Foram para o norte e fundaram Nova Amsterdã (New York).
  14. 2º ato: vote for state

  15. O ILUMINISMO • Kant (1724 - 1804) assume a comunidade

    de fé (espiritual) e a transforma em comunidade ética (estado); • Comunidade de fé é fonte para a concepção de uma república; • Não se elimina a fé, alimenta-se dela, transformando a fé em um sistema de virtudes; • Criação da constituição jurídica para dar legitimidade cristã ao estado; • Coloca-se tudo no campo da racionalidade; • Separação estado-igreja, liberdade política e econômica, tolerância, fraternidade; • Reducionismo e método científico; • Progresso!
  16. DEUS ESTÁ MORTO (religioso -> moderno) • O que antes

    Deus resolvia, agora pode ser resolvido pelos humanos; • Nova estrutura moral; • Múltiplas interpretações da realidade; • Disputas ideológicas, dogmas e guerras entre estados.
  17. PENSAMENTO ANALÍTICO • Linear. Entender o que causa algo; •

    Visão cartesiana: o todo é a soma das partes; • Compartimentação: o currículo é a soma de aulas; • Análise (reducionismo): entender as partes separadamente; • Mecanicismo.
  18. A ideia de Progresso

  19. 3º ato: stake to blockchain

  20. PENSAMENTO SISTÊMICO • Tira o foco da causalidade; • Foco

    em padrões, propósito, processos, modelos e configurações; • Como as coisas se relacionam? • Visão macro; • Organismo; • Síntese (holismo); • Um recorte da realidade, não suas partes; • O comportamento do sistema não é resultado da soma de suas partes, mas do produto de suas interações.
  21. PÓS-MODERNIDADE • A sociedade líquida: dado a velocidade de mudança,

    as estruturas sociais se desfazem, ficam "líquidas" (para dar lugar a novas estruturas); • Relação consumo-produção (todo projeto de blockchain tem um botão "connect wallet"); • O consumidor decide, tem poder no sistema quem consome; • Não há mais certeza no contexto em que vivemos (múltiplas realidades); • Agora temos consciência que mesmo quando temos progresso não estamos necessariamente indo para um lugar bom; Não existe o lugar utópico.
  22. PÓS-MODERNIDADE • Individualização e Individualidade; • Nasce a ideia de

    Direitos Humanos em contrapartida a Justiça Social; • Busca do propósito individual, não coletivo; • Redução do referencial estático, surgem os influenciadores; • Existencialismo: ◦ Não existe um único jeito de viver; ◦ Eu tenho que descobrir o meu jeito de viver; ◦ Ansiedade, síndrome de impostor, propósito de vida, experiências, etc. • Tudo vira serviço: uberização, escolas infantis, lar de idosos.
  23. Partindo da premissa que entendemos de onde viemos, entendemos o

    que estamos vivendo e os problemas que temos que enfrentar, o que podemos fazer?
  24. A IDEIA DE INOVAÇÃO • Se assume uma visão de

    risco do mundo; • Solução de problemas é priorizado sobre descobrir fatos; • Em algum momento o ciclo de inovação deixou de ser exclusivo de grandes instituições; "A inovação é a aceitação da responsabilidade humana" - Peter Drucker
  25. Modelos de organização social: a Catedral e o Bazar

  26. Modelos de organização social: a Catedral e o Bazar

  27. Pensamento religioso Pensamento analítivo Pensamento sistêmico

  28. None
  29. IGREJA ESTADO ESTADO ESTADO ESTADO ESTADO ESTADO INTERNET P2P BLOCKCHAIN

    REDUCIONISMO SISTÊMICO
  30. None
  31. None
  32. None
  33. None
  34. None
  35. BITCOIN (BLOCKCHAIN)

  36. Introdução Problema • E-commerce sobre da fraqueza do modelo baseado

    em confiança; • Instituições financeiras podem reverter transações; • Isso aumenta o custo de transação limitando o tamanho delas e restringindo transações menores; • Mercadores precisam de informações do cliente para evitar fraudes; • Um percentual de fraudes é aceitável.
  37. PROPOSTA • Sistema de pagamento eletrônico sem intermediários baseado em

    provas criptográficas ao invés de confiança; • Solução para o double spending problem usando um timestamp server distribuído baseado em peer-to-peer para gerar provas criptográficas da ordem correta das transações; • O sistema se mantém seguro desde que a maioria dos nós sejam honestos.
  38. Peer-to-Peer (P2P) • Uma arquitetura de sistema distribuídos onde cada

    nó da rede funciona tanto como servidor como cliente, eliminando a necessidade de um servidor central. • Ótimo para artefatos que podem ser replicados. • Para artefatos que não podem ser replicados impõe desafios. • Torrent, SoulSeek, DNS https://pt.wikipedia.org/wiki/Peer-to-peer centralizado p2p
  39. PORQUE ISSO IMPORTA? • Temos um desafio de coordenar a

    humanidade; • Quanto mais pessoas, mais descentralizado; • Descentralização progressiva.
  40. DEMO: COMO UM BLOCKCHAIN FUNCIONA https://andersbrownworth.com/blockchain/public-private-keys/blockchain

  41. ETHEREUM • Blockchain programável; • Turing complete; • Smart contracts;

    • DApps (Decentralized Apps). DAOs (Decentralized Autonomous Organizations)
  42. DECENTRALIZED AUTONOMOUS ORGANIZATION

  43. SISTEMA FINANCEIRO COORDENA AS TROCAS HUMANAS • 1920: punch cards,

    account machines; • 1950: mainframes; • 1970: ATMs, cartões; • 1990: Internet; • 2000: Fintechs; • Ainda existe muito espaço para melhorar, sistemas isolados. • Decisões que impactam bilhões de pessoas são tomadas a portas fechadas; • Muito difícil começar uma nova instituição financeira.
  44. DECENTRALIZED FINANCES (OPEN FINANCES) • Um novo sistema; • Criptografia;

    • Descentralização; • Blockchain; • Aberto; • Resistente a fraudes; • Ainda com muitos bugs; • Alternativa global aos serviços financeiros; • Poupança, empréstimos, comércio, seguros, etc. Sistema Financeiro atual DeFi
  45. None
  46. None
  47. ERC-20 (TOKEN SMART CONTRACT) https://ethereum.org/en/developers/docs/standards/tokens/erc-20/ https://ethereum.org/en/developers/tutorials/understand-the-erc-20-token-smart-contract/ https://github.com/OpenZeppelin/openzeppelin-contracts/blob/master/contracts/token/ERC20/ERC20.sol

  48. None
  49. None