Ferramentas de testes automatizados para acessibilidade web

Ferramentas de testes automatizados para acessibilidade web

Ferramentas para garantir a qualidade do software do ponto de vista da acessibilidade.

590371c05fc56adf612fd91ea509cf74?s=128

Bruno Pulis

October 29, 2019
Tweet

Transcript

  1. 2.

    BRUNO PULIS @obrunopulis / brunopulis.com • Formada em Sistemas para

    Internet pelo Pitágoras; • Evangelista de a11y e web standards; • Co-fundador do Minas Dev; • Star Wars lover e apaixonado por Javascript; • QA Analyst na Monetizze.
  2. 4.

    A web não é uma barreira para pessoas com deficiência,

    ela é a .solução.". https://webaim.org/articles/pour
  3. 5.

    • Maior valor agregado à empresa e fortalecimento da sua

    marca; • Melhoria de performance e de usabilidade, criando vantagem competitiva; • Ampliação e diversificação de público; • Leis regulamentadoras; • Melhoria em questões de SEO; • Facilidade e menor custo de manutenção; • Aumento de compatibilidade com dispositivos, plataformas, sistemas e navegadores. BENEFÍCIOS
  4. 7.

    • Lei Brasileira de Inclusão (LBI); • Declaração dos Direitos

    das Pessoas com Deficiência (ONU); • WCAG. PADRÕES E LEIS
  5. 11.

    Foi realizada uma pesquisa em fevereiro, pela WebAIM testando 1

    milhão de home pages dos principais sites da web. Na amostragem, os resultados não foram animadores. Fonte: https://webaim.org/projects/million
  6. 13.
  7. 15.
  8. 16.

    Tipo de falha WCAG # de páginas iniciais % em

    páginas iniciais Baixo contraste 852,868 85.3% Texto alternativo em falta 679,964 68% Links vazios 581,408 58.1% Labels ausentes em forms 528,482 52.8% Idioma no HTML ausente 329,612 33.1% Botões vazios 250,367 25%
  9. 17.

    Muito trabalho deve ser feito para que a Web seja

    disponível sem barreiras. Apesar do número de erros serem gritantes, a maioria deles são .simples correções..
  10. 20.
  11. 21.
  12. 22.
  13. 23.
  14. 24.
  15. 25.
  16. 26.
  17. 30.
  18. 31.

    axe Um kit de ferramentas de acessibilidade, construído com as

    regras do WCAG É simples de usar, não requer conhecimentos avançados de acessibilidade e não desperdiça seu tempo com falsos positivos.
  19. 32.

    axe

  20. 34.
  21. 35.
  22. 37.
  23. 40.
  24. 41.

    • Utilize headings com ordem lógica (h1,h2,h3); • Imagens com

    descrição alternativa; • Evite usar "saiba mais", "clique aqui" em links; • Navegar somente com o teclado, comportamento deve ser o mesmo do mouse. DICAS DE ACESSIBILIDADE
  25. 43.
  26. 44.