Upgrade to Pro — share decks privately, control downloads, hide ads and more …

Vivendo em um contexto da Internet das Coisas(IoT)

Vivendo em um contexto da Internet das Coisas(IoT)

Nosso 4 OpenTalks foi uma edição especial Ada Lovelace da qual tivemos uma roda de palestras sobre Internet das Coisas, quem comandou a nave dessa apresentação foi a Gabriela Matos ( gabrielavmattos@gmail.com | https://twitter.com/gabrielavmattos)

B2519015997dff04abe2568ebb2cf729?s=128

Opensanca

March 16, 2016
Tweet

More Decks by Opensanca

Other Decks in Technology

Transcript

  1. Vivendo em um Contexto de Internet das Coisas (IoT) Gabriela

    Mattos
  2. QUEM SOU EU?

  3. Computação Móvel?

  4. Computação Pervasiva?

  5. Computação Ubíqua?

  6. Computação Pervasiva Computação Móvel Computação Ubíqua Mobilidade Baixa Alta Alta

    Grau de “embarcamento” Alto Baixo Alto
  7. “As tecnologias mais profundas e duradouras são aquelas que desaparecem.

    Elas dissipam-se nas coisas do dia a dia até tornarem-se indistinguíveis.” Mark Weiser, 1991
  8. Internet das Coisas?

  9. “Internet das coisas é um conceito e um paradigma que

    considera a presença pervasiva no ambiente de uma variedade de coisas/objetos que através de conexões com e sem fio e esquemas de endereçamento único são capazes de (automaticamente) interagir umas com as outras e cooperar com outras coisas/objetos para criar novas aplicações/serviços e alcançar objetivos comuns.” Jéssica Colnago
  10. None
  11. None
  12. None
  13. None
  14. None
  15. None
  16. None
  17. None
  18. None
  19. Quem quer uma manhã assim?

  20. Dificuldades e Barreiras • Energia • Endereçamento • Padrões/Normas •

    Neutralidade da Rede • Design de Interação • Comunicação • Gerenciamento • Segurança, Privacidade e Confiança
  21. Privacidade • Pluralidade de significados • Temporal • Contextual •

    Cultural • Individual
  22. Soluções Tradicionais ORQUESTRADAS: • Controle e conhecimento total sobre a

    troca de dados; • Interrupções frequentes; • Atrapalham a comunicação entre as ‘coisas’. AUTOMATIZADAS: • Baixo nível de interrupções; • Permitem que as ‘coisas’ se comuniquem de forma mais autônoma; • Baixo nível de conhecimento e controle sobre a troca de dados.
  23. AUTONOMIA X CONTROLE

  24. None
  25. None
  26. None
  27. None
  28. None
  29. None
  30. None
  31. None
  32. None
  33. Soluções Coreografadas • Não precisam ser muito precisas; • Interrompem

    os usuários somente quando necessário; • Aprendem e se adaptam constantemente de acordo com o comportamento observado do seu usuário; • Mantém o usuário (relativamente) ciente do que está acontecendo; • Menor influência do paradoxo de controle; • Permitem maior fluência na comunicação entre ‘coisas’.
  34. VOCÊ QUER VIVER EM UM MUNDO DE IoT?

  35. VOCÊ QUER TER CONTROLE SOBRE SEUS DADOS?

  36. VOCÊ QUER SER MUITO INTERROMPIDO?

  37. VOCÊ CONFIA EM UM AGENTE?

  38. None
  39. DÚVIDAS?

  40. OBRIGADA! Twitter: @gabrielavmattos E-mail: gabrielavmattos@gmail.com bit.ly/feedbackIoT