As 8 melhores práticas e formas de simplificar e estruturar todos seus Testes Automatizados

As 8 melhores práticas e formas de simplificar e estruturar todos seus Testes Automatizados

Atualmente temos muitas automações de testes sendo criadas por toda comunidade, mas deixamos as melhores práticas de lado e estruturamos projetos de automação de certa forma não bem estruturada para futuras mudanças ou um possível novo colaborador começar a utilizar esse mesmo projeto. Com essa palestra vou mostrar os conceitos e as 8 melhores práticas para mitigar alguns problemas no futuro, com os seguintes tópicos:

Reutilização.
Paralelismo.
Criar Arquivos de Configurações/Parametrização.
Utilização de APIs de terceiros (Google, Amazon, Slack e outros).
Dados consumidos em nossa automação.
Testes em diferentes níveis.
Containers.
Documentação específica de como utilizar seu projeto de Automação.

38f0f8d04a3f4c9f83915bfdcf81a1fd?s=128

Guilherme Rogatto

May 28, 2020
Tweet

Transcript

  1. As 8 melhores práticas e formas de simplificar e estruturar

    todos seus Testes Automatizados
  2. 1 ❖ Formado em Engenharia de Computação ❖ Atuando como

    QA na Sensedia ❖ Instrutor de Automação de Testes Web e APIs pela ACert
  3. 1 As melhores formas e práticas • Reutilização. • Paralelismo.

    • Criar Arquivos de Configurações/Parametrização. • Utilização de APIs de terceiros (Google, Amazon, Slack e outros). • Containers. • Dados consumidos da nossa automação. • Testes em diferentes níveis de testes. • Documentação específica de como utilizar seu projeto de Automação.
  4. 1 Reutilização Ganhos com Reutilização: • Reutilizar métodos genéricos •

    Não replicar códigos • Automação mais legível • Fácil manutenção
  5. 1 Paralelismo Ganhos com Paralelismo: • Tempo de execução •

    Feedback mais rápido • Não replicamos tanto código • Maior cobertura
  6. 1 Criar Arquivos de Configurações/Parametrização Precisamos sempre estruturar nossos testes

    automatizados configurando endereços e informações que todo o projeto irá consumir:
  7. 1 Utilização de APIs de terceiros Conseguimos utilizar diversas APIs

    e SDKs de terceiros gratuitamente para agilizar e agregar em nossa Automação (Google, Amazon, Slack e outros)
  8. 1Containers Com containers podemos aplicar nosso projeto de Automação onde

    quisermos, além de outros ganhos.
  9. 1 Antes dos dados consumidos em nossa automação Precisamos entender

    e distribuir da melhor maneira os dados que vão transitar diariamente em nossa Automação: • Quais os ambientes que nossos dados vão transitar (desenvolvimento, stage, homologação e etc). • Bibliotecas e frameworks (Planilhas, Mockaroo, Cucumber e etc).
  10. None
  11. 1 Como podemos melhorar a entrada de dados nesse caso?

    Precisamos entender e distribuir da melhor maneira os dados que vão transitar diariamente em nossa Automação.
  12. 1 Mockaroo • Json • CSV Exemplo de formato em

    JSON Exemplo de formato em XML • XML • Script para diversos bancos de dados
  13. Testes em diferentes níveis de testes

  14. 1 Testes em diferentes níveis Podemos ter um mesmo projeto

    que somente variamos e segregamos o seu contexto dentro do automoção criada, seguindo o exemplo: Um mesmo projeto com uma automação de uma aplicação WEB, podemos ter testes dentro de acessibilidade, segurança e performance.
  15. 1 Documentação específica de como utilizar seu projeto de Automação

    Passo a passo do que precisamos instalar de dependências caso necessário e como executar ao utilizar/desenvolver o projeto
  16. 1 Integração Contínua Após automatizar um Teste, temos a necessidade

    de colocá-lo em uma pipeline de CI/CD?
  17. None
  18. 1 IN THE END

  19. 1

  20. Guilherme Rogatto guilherme.rogatto@sensedia.com /guilherme-rogatto /Rogatto Obrigado!

  21. We're Hiring! sensedia.com/carreira Campinas | Rio | São Paulo Consultoria

    | P&D | Marketing & Sales | ADM | RH