Upgrade to Pro — share decks privately, control downloads, hide ads and more …

Livres, mesmo sem perceber

Livres, mesmo sem perceber

Slides do meu keynote na RubyConfBR em 18/09/2015

Eustáquio Rangel

September 18, 2015
Tweet

More Decks by Eustáquio Rangel

Other Decks in Technology

Transcript

  1. Livres, mesmo sem perceber Como as últimas décadas ajudaram a

    transformar e criar desenvolvedores e ferramentas que utilizam código livre/aberto de forma espontânea Eustáquio Rangel @taq
  2. Investindo em Ruby desde 2004 - Primeiro post sobre a

    linguagem em Dezembro de 2004 - Tutorial lançado em Janeiro de 2005 - Primeiro curso ministrado em Agosto de 2005, tinha até camiseta! :-) - Livro publicado em Março de 2006 - Evento sobre Rails em Outubro de 2006 - Curso de Ruby e Rails na Object Trainning, em 2007, junto com o Ronie
  3. Enquanto isso ...

  4. Antes de Ruby Sempre fui um cara que preza o

    Software Livre desde que comecei a utilizar GNU/Linux, em 1998, e a filosofia que tanto o projeto GNU quanto o próprio kernel, que adotou a GPL, popularizaram.
  5. E ainda não saí do interior

  6. Uma pequena homenagem “Tenho certeza de que a experiência aqui

    compartilhada servirá para que mais gente nos ajude na missão de melhorar a humanidade por meio do software, criando um ecossistema socialmente responsável e economicamente justo, além de mudar o papel da tecnologia na sociedade.” Luca Bastos - 1945 - 2015
  7. De volta em 1995 ... Quem aí nasceu pelo menos

    em 1980? O que tínhamos: • Windows 95 • OS/2 Warp • Delphi • LCC-Win32 • Tinha Linux, mas não usávamos • Netscape • JavaScript estava nascendo • Java estava nascendo • PHP estava nascendo
  8. De volta em 1995 ... • Perl • Opera •

    Windows NT • Visual Basic 4.0 • IE 1.0 / 2.0, browsers wars! • Intel Pentium Pro • Internet? Saiu das universidades, primeiro domínio registrado, antes só tinha BBS! Abertura do backbone para fornecimento de conectividade a provedores de acesso comercial. • CVS • Vim! • Ruby!
  9. Logística envolvida • Freshmeat (somente em 1997) • Sourceforge (somente

    em 1999, disponibilizava CVS) • Hospedagem era um absurdo de caro! • Geralmente eram executados scripts CGI (formulários de contato eram mais comuns, qualquer coisa diferente era de hacker muito macho!) • Conteúdo entregue era basicamente HTML cheio de tags com estilização
  10. Avançando para 2005 Quem aí nasceu em 1990? Quem tem

    um celular de 2005? O que tínhamos: • Linux, agora começando a usar pra valer • Mercurial • Windows Vista (ahuhahuha) • Google contrata Vint Cerf • Google compra Android • Google Maps • Google Analytics (Urchin) • OpenOffice 2.0 • Yahoo! compra o Flickr :-p • Flash empesteando os navegadores • IE 6 empesteando os navegadores (85%) • Vim! • Ruby! • Rails!
  11. Chegando em 2015, yay! • Git, outro presente de Linus

    Torvalds para o mundo. • Linguagens e tecnologias evoluíram e foram criadas. Ainda temos PHP, Python, Java, Ruby e também Go, Elixir (brasileiro na área!), Erlang, ES6, Node.JS, Ember, Angular, Clojure, etc. • Popularização dos smartphones e de planos de acesso móvel. • Aplicações web sem o “freio” do IE: multiplataforma real com HTML, CSS e padrões web, apps conversando com apps, tecnologias difundidas de modo prático, eficiente e descomplicado como REST, TDD, BDD, MVC, práticas ágeis, estruturas enxutas como editar softwares complexos em editores de texto lightweight fazem parte do cotidiano. Liberdade do desktop e inovação aceleradas (pelo menos para quem não trabalha com coisas do governo :-p)
  12. Chegando em 2015 • Hosts de muito boa qualidade (rodando

    na sua esmagadora maioria, Linux) a preços excelentes permitem que qualquer desenvolvedor meta a mão na massa e possa tentar fazer a próxima big app. • Apps como o Github e o Bitbucket permitem uma comunidade vibrante de desenvolvedores compartilharem código. • Tudo isso utilizando tudo o que foi criado e evoluído com Software Livre durante essas décadas
  13. 1995 2005 2015 Chatos Hippies Caducos Comunistas Excêntricos Inocentes As

    tecnologias e ideologias pregadas e criadas por essas pessoas eram divulgadas de modo tido até como religioso ou radical Interessantes Faz sentido, hein! Não é que essa @#$#@ funciona mesmo! Não é que essa @$#@# é melhor mesmo! O que foi sendo implementado na década passada começou a dar resultados mais, digamos, espontâneos Quem são aqueles tiozinhos ali mesmo? Sério? Foram eles? E eu estou fazendo grande parte do que eles divulgavam sem perceber? Hoje utlizamos tudo o que foi debatido, hostilizado, criado e evoluído sem as vezes nem nos darmos conta disso!
  14. Livres, mesmo sem perceber!

  15. Obrigado! Thank you! Gracias! Merci! Danke! Grazie! ありがとう! 謝謝! Qatlho'!'

    @taq [email protected]