Upgrade to Pro — share decks privately, control downloads, hide ads and more …

Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

7b13eb28e6f59c48644a4a2146c3b9ec?s=47 Taís Oliveira
September 03, 2021

Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

Palestra de encerramento proferida no o evento 'Ciência, Tecnologia e Inovação: serviços de informação e olhares críticos interdisciplinares' do PPGIC da UFRN (Setembro/2021).

7b13eb28e6f59c48644a4a2146c3b9ec?s=128

Taís Oliveira

September 03, 2021
Tweet

Transcript

  1. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    _____________________________ Me. Taís Oliveira
  2. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Taís Oliveira é relações-públicas pela Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação (FAPCOM), Mestre e doutoranda em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do ABC (UFABC). Estuda Ciência, Tecnologia e Sociedade com intersecção de raça e gênero. No doutorado pesquisa o impacto da desinformação e do discurso de ódio nas lutas antirracistas. Trabalha com dados, pesquisa e comunicação no terceiro setor, pesquisadora membra do Núcleo de Estudos Africanos e Afro-brasileiros (NEAB/UFABC) e da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN).
  3. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira O que é interdisciplinaridade? O termo "interdisciplinar" não é tem um consenso conceitual no campo acadêmico; Enquadrar a interdisciplinaridade em uma disciplina seria incoerente em relação ao seu propósito; Seria mais sobre uma prática em andamento do que uma cartilha de regras epistemológicas e metodológicas; O debate se amplia na medida em que estamos expostos a diversos contextos complexos; É nosso dever de cidadãos e pesquisadores do século XXI dar conta das mudanças profundas no modo de fazer ciência; O encontro de atividades com lógicas diferentes com o objetivo de produzir um saber empírico, interpretativo e crítico; (LEIS, 2005; POMBO, 2008; FAZENDA, 2008)
  4. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira DESINFORMAÇÃO DISCURSO DE ÓDIO PLATAFORMIZAÇÃO PROCESSOS ELEITORAIS PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO SEGURANÇA DIGITAL VIGILÂNCIA BIG TECHS TRANSPARÊNCIA DE DADOS RACISMO ALGORÍTMICO PROTEÇÃO DE DADOS DESIGUALDADE DE ACESSO PUBLICIDADE ONLINE DIREITOS AUTORAIS ETARISMO MISOGINIA CIDADES INTELIGENTES INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL MENSAGEIROS DIGITAIS EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA BANCOS DIGITAIS PORNOGRAFIA DE VINGANÇA PARTICIPAÇÃO SOCIAL SUBJETIVIDADES LGPD TRANSPARÊNCIA GAMIFICAÇÃO DADOS EM NUVENS MARCO CIVIL DA INTERNET SOFTWARE LIVRE BITCOINS PROPRIEDADE INTELECTUAL ATIVISMO DIGITAL PATENTES MODULAÇÃO ALGORÍTMICA
  5. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Segundo dados da TIC Domicílios 2019 do CGI (Comitê Gestor da Internet no Brasil), 71% dos lares brasileiros possuem acesso à internet, o que representa, em números absolutos, cerca de 50,7 milhões de domicílios conectados. Embora a proporção de conectividade tenha aumentado no decorrer dos anos, as classes DE sendo as que tem menos acesso à internet em casa (50%), dentre as razões o valor do serviço é citado por 59% como principal fator de dificuldade para se ter internet em casa. O CGI também publicou recentemente o relatório Painel COVID-19 – Pesquisa web sobre o uso da Internet no Brasil durante a pandemia, feita com usuários de internet brasileiros com 16 anos ou mais. Segundo dados da pesquisa, ocorreu um aumento de uso de internet no período de distanciamento social, principalmente em atividades como comunicação, busca de informações e serviços (como telessaúde e serviços públicos ao trabalhador), educação e trabalho.
  6. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Entre março e outubro de 2019 a Rede de Observatórios de Segurança monitorou os casos de prisões e abordagem com o uso de reconhecimento facial nos estados da Bahia, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraíba. Dos casos monitorados pela Rede, a Bahia foi responsável por 51,7% das prisões, seguida do Rio de Janeiro, com 37,1%, Santa Catarina, com 7,3%, e Paraíba, com 3,3%. Os casos em que haviam informações sobre raça e cor, ou quando havia imagens dos abordados (42 casos), 90,5% das pessoas eram negras e 9,5% eram brancas.
  7. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Trindade (2020) analisou 506 matérias jornalísticas que continham o termo “discurso de ódio” entre os anos 1993 e 2018. A partir de 2012 ocorre maior ocorrência do termo nos veículos analisados, com 92,6% das citações até 2018.
  8. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira “Logicamente a minha intenção maior com essa ideia é unir a classe trabalhadora. É a minha vontade. Eu estou na bala do trabalhador. Eu estou nas ideias do trabalhador. Eu acho que nós temos que nos unir. As enfermeiras gritarem de lá, os metroviários irem ajudar. Os metroviários gritarem de lá, os entregadores irem ajudar. Os ferroviários gritarem de lá, e os petroleiros irem ajudar. Porque nós somos todos trabalhadores. Os caras não têm problema só com os entregadores. Os caras têm problemas com o trabalhador. É um processo de rasgar a carteira do trabalho de todo mundo aí. Tudo bem, a carteira de trabalho não é mil maravilhas, né? Não é! Só que eu queria que a luta dos Entregadores Antifascistas fosse uma luta para melhorar a CLT, não para recuperar a CLT. E que também não fosse uma luta para garantir que a democracia não acabe, mas para garantir que a democracia chegue para todo mundo. Só que o Brasil é estranho, mano. Nós vamos ficar esperando tempo bom para lutar? Eu não vou ficar esperando o Brasil ideal para lutar. Eu vou lutar no Brasil que tem.” Galo de Luta
  9. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira O Instituto Marielle Franco apresentou recentemente o relatório da pesquisa A violência política contra mulheres negras: Eleições 2020 com um panorama das violências sofridas por mulheres negras nas campanhas eleitorais municipais do pleito de 2020.
  10. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira A Gabi Oliveira é youtuber no canal De Pretas e lançou uma série de vídeos sobre desinformação em parceria com a Avaaz. Os vídeos tratam de como notícias falsas desarticulam o movimento negro, sobre o assassinato de Marielle Franco, assassinato do jovem Marcus Vinicius, o caso do Caio Revela que sofreu fake news motivada por gordofobia e o caso da jornalista Bianca Santana que foi alvo de fake news pelo presidente eleito.
  11. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Silva (2020) analisa casos de racismo algorítmico a partir da ideia de microagressões raciais, ou seja, as "sutis" ofensas verbais, comportamentais e ambientais, sejam elas intencionais ou não intencionais. O autor acredita que para grupos minorizados, as microagressões e suas taxonomias podem ajudar populações racializadas a ‘nomear suas dores’ e engajar-se em estratégias anti-opressivas. Além disso, afirma também que uma perspectiva tanto interdisciplinar quanto interinstitucional de atuação é urgente para as sociedades contemporâneas.
  12. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira "De que forma as mulheres negras brasileiras têm se apropriado de ferramentas tecnológicas como estratégias de Resistência? Vemos que tais mulheres se apropriam das ferramentas com o intuito de propor soluções às brechas tecnológicas, sobretudo a brecha de conhecimento ao buscar meios formais e não-formais de obtenção de conhecimento para criação e manipulação de tecnologias, de modo a obter autonomia frente às TICs e fazer uso social das habilidades tecnológicas adquiridas na promoção de inovação e transformação social. Assim, observamos práticas genuínas e constantes de resistência e negociação diante dos processos de globalização e avanço tecnológico." (LIMA & OLIVEIRA, 2020)
  13. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira "Operadoras de internet 'não podem implementar ou ajudar na implementação de competição desleal na internet, prejudicar a ordem da competição de mercado, afetar transações justas no mercado', escreveu a Administração Estatal de Regulação do Mercado em esboço, que está aberto a consulta pública até o prazo de 15 de setembro.[...] As operadoras não devem usar dados ou algoritmos para influenciar as escolhas de usuários. Também não podem usar meios técnicos para capturar ilegalmente ou usar os dados de outras operadoras." Época Negócios
  14. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira "A partir da análise de pedidos de patentes requeridos pela empresa Facebook Inc. nos últimos quatro anos, foi possível identificar tecnologias que são úteis à modulação de comportamento. A análise de patentes mostra-se como uma alternativa interessante para explorar os processos algorítmicos e entender alguns mecanismos da plataforma de mídia social que costumam ser ofuscados e de difícil acesso.“ (MACHADO, 2020)
  15. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Jeff Dean, chefe de IA do Google, forçou a saída de Timmit Gebru por não concordar com um artigo em que a pesquisadora é coautora. Neste artigo há questões sobre a atuação da corporação no processamento de grandes modelos de linguagem, sobretudo quanto aos riscos e consequências da manipulação de uma quantidade enorme de dados e os custos ambientais causados pela energia elétrica necessária para que os computadores sejam capazes de processar a quantidade de dados destes modelos.
  16. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira DESINFORMAÇÃO Direito Educação Ciência Política Ciências Sociais Tecnologia Pedagogia Computação Psicologia Ética Por quantas e quais perspectivas é possível analisar um mesmo fenômeno?
  17. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira O sentido social da Ciência e da Tecnologia
  18. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Abdias Nascimento: um intelectual interdisciplinar Formou-se em Economia na Universidade do Rio de Janeiro (1938), pós-graduado no Instituto Superior de Estudos Brasileiros (1957) e em Estudos do Mar no Instituto de Oceanografia (1961). Foi professor emérito da Universidade do Estado de Nova York, professor visitante na Escola de Artes Dramáticas da Universidade Yale, Visiting Fellow no Centro para as Humanidades na Universidade Wesleyan, professor visitante do Departamento de Estudos Afro-Americanos da Universidade de Temple e professor visitante no Departamento de Línguas e Literaturas Africanas da Universidade Obafemi Awolowo em Ilé-Ifé, da Nigéria.
  19. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Foi deputado federal, senador da República, secretário do Governo do Estado do Rio de Janeiro, poeta, dramaturgo, artista plástico, ativista pan-africanista, fundou o Teatro Experimental do Negro e o Museu de Arte Negra. Nascimento foi preso político por lutar contra o regime do Estado Novo, em decorrência do AI-5 da ditadura militar viveu em exílio por 13 anos, ao retornar ao Brasil foi essencial para a fundação do Movimento Negro Unificado contra o Racismo e a Discriminação, mais adiante o que viria a ser apenas Movimento Negro Unificado (MNU). Em 1981 fundou o Instituto de Pesquisas e Estudos Afro- Brasileiros (Ipeafro) e participou ativamente das articulações nacionais para a conferência de Durban. Abdias Nascimento: um intelectual interdisciplinar
  20. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Ganhou diversos prêmios, títulos e reconhecimentos, dentre os quais títulos de Doutor Honoris Causa de instituições de ensino como a Universidade do Estado do Rio de Janeiro, da Universidade Federal da Bahia, da Universidade de Brasília, da Universidade do Estado da Bahia e da Universidade Obafemi Awolowo em Ilé-Ifé, da Nigéria. Sobre suas produções, possui mais de 40 exposições individuais, coletivas e permanentes, foi autor em diversas antologias, revistas e obras coletivas e autor de livros como O Genocídio do Negro Brasileiro, O Griot e as Muralhas, O Brasil na Mira do Pan-Africanismo, A Luta Afro-Brasileira no Senado, Jornada Negro-Libertária, entre outros, incluindo a obra O Quilombismo – Documentos de uma Militância Pan- Africana. Abdias Nascimento: um intelectual interdisciplinar
  21. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira A primeira edição data de 1980, é uma coletânea de ensaios com análises sociológicas, antropológicas, históricas e político-ideológicas sobre o racismo no Brasil resultado de anos de produção acadêmica e militância política de Abdias Nascimento. Dentre os diversos temas abordados, o intelectual ressalta em diversas passagens sua preocupação visionária com a ciência e tecnologia.
  22. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira “Acredito na pedagogia que liberta a tecnologia de sua atual tendência de escravizar o ser humano”. (NASCIMENTO, p. 98, 2019)
  23. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Encorajamento de uma investigação autóctone, fincada no território. O desenvolvimento tecnológico e científico deve ocorrer junto ao desenvolvimento das nações, do ambiente e da realidade humana. A “ajuda técnica” promove a inserção do capital monopolístico internacional e a alienação do autoconhecimento nacional.
  24. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Uma libertação tecnológica e libertação da dependência neocolonialista só seria possível quando os países fossem capazes de desenvolver seus próprios aparatos organizacionais e tecnológicos. Uma cooperação tecno-científica teria uma significação pedagógica com objetivos centrados em eficácia produtiva, economicidade administrativa e demais práticas que culminariam em desenvolver o uso no sentido social da tecnologia.
  25. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira A dependência científica e tecnológica equivale ao estrangulamento e à criação de sistemas de opressão.
  26. Ciência, Tecnologia & Sociedade: Uma perspectiva interdisciplinar para questões complexas

    | Me. Taís Oliveira Como podemos colaborar com as mudanças profundas nos diversos contextos complexos? Como desenvolver uma ciência independente a partir dos saberes do território? Como alinhar desenvolvimento tecnológico com o desenvolvimento social? Como acabar com os sistemas de opressões resultantes das tecnologias?
  27. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: FAZENDA, Ivani C. Arantes. Interdisciplinaridade-transdisciplinaridade: Visões culturais e

    epistemológicas. In FAZENDA, Ivani (org). O Que é interdisciplinaridade? São Paulo: Cortez, 2008. LEIS, Héctor Ricardo. Sobre o conceito de interdisciplinaridade. Cadernos de pesquisa interdisciplinar em ciências humanas, v. 6, n. 73, p. 2-23, 2005. LIMA, Dulcilei C.; OLIVEIRA, Taís. Negras in tech: apropriação de tecnologias por mulheres negras como estratégias de resistência. Cad. Pagu, Campinas, n. 59, e205906, 2020. MACHADO, Débora Franco. A modulação algorítmica de comportamento e suas categorias operativas a partir das patentes da Facebook Inc. Revista Eletrônica Internacional de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura, v. 22, n. 2, p. 97-111, 2020. NASCIMENTO, Abdias. O Quilombismo - Documentos de uma Militância Pan-Africanista. 3ª ed. rev. São Paulo: Perspectiva; Rio de Janeiro: Ipeafro, 2019. POMBO, Olga. Epistemologia da interdisciplinaridade. Ideação, v. 10, n. 1, p. 9-40, 2008. SILVA, Tarcízio. Racismo Algorítmico em Plataformas Digitais: microagressões e discriminação em código. In SILVA, Tarcízio (org). Comunidades, Algoritmos e Ativismos Digitais: olhares afrodiapóricos. LiteraRua: São Paulo, 2020. TRINDADE, Luiz Valério P. Mídias Sociais e a naturalização de discursos racistas no Brasil. In SILVA, Tarcízio (org). Comunidades, Algoritmos e Ativismos Digitais: olhares afrodiapóricos. LiteraRua: São Paulo, 2020.
  28. Obrigada! ☺ taisoliveira.me contato@taisoliveira.me