Upgrade to Pro — share decks privately, control downloads, hide ads and more …

Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais

Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais

Aula dada na graduação da Ufabc na disciplina de Participação, Movimentos Sociais e Políticas Públicas sobre como a Análise de Redes Sociais na Internet pode ser uma ferramenta possível pra compreensão de cenários.

Taís Oliveira

November 06, 2020
Tweet

More Decks by Taís Oliveira

Other Decks in Research

Transcript

  1. COMPREENDENDO MOVIMENTOS POPULARES A PARTIR DA ANÁLISE DE REDES SOCIAIS

    Me. Taís Oliveira
  2. Taís Oliveira é relações-públicas, Mestre e doutoranda em Ciências Humanas

    e Sociais pela UFABC. Em sua dissertação desenvolveu pesquisa sobre “Redes Sociais na Internet e Economia Étnica: um estudo sobre o Afroempreendedorismo no Brasil“. Já no doutorado pesquisa o impacto da desinformação e discurso de ódio propagado nas plataformas de mídias sociais no movimento antirracista. Trabalha com comunicação digital no terceiro setor, é professora universitária, pesquisadora membra do NEAB- UFABC (Núcleo de Estudos Africanos e Afro-brasileiros), do grupo de pesquisa Desigualdades Sociais no Brasil e do Grupo PARES (Pesquisa em Análise de Redes Sociais). @tais_so taisoliveira.me
  3. QUEM É A TURMA?

  4. A democracia é sempre afetada pela forma como se dão

    os processos comunicacionais. (BRAGA, 2018) Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais | Me. Taís Oliveira
  5. As apropriações da internet, tecnologia e comunicação são estratégias de

    articulação de muitos grupos, dentre os quais os movimentos sociais. Castells (2009) considera esses movimentos como grupos de atores sociais que aspiram mudanças na sociedade e que buscam resistir às instituições políticas quando essas se mostram “injustas, imorais e, em última instância, ilegítimas” (CASTELLS, 2009, p. 394, tradução nossa) e assim pretendem transformar a indignação em ato político. Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais | Me. Taís Oliveira
  6. Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais

    | Me. Taís Oliveira o Rede Social precede a Internet e as plataformas digitais; o A rede social é um fenômeno que trata da conexão entre elementos (sujeitos, sistemas, natureza, semântica, etc); o É composta por Atores (nós da rede, pessoas, instituições, grupos) e Conexões (laços sociais); o Barabási e a festa. _Conceito: Rede Social
  7. None
  8. Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais

    | Me. Taís Oliveira o Uma metáfora para observar padrões de conexão de um grupo social; o Atores (nós na rede são representações, perfis, imagens, palavras-chave) e Conexões (interações); o A Análise de Redes Sociais na Internet tenta compreender a estrutura dessas relações; o Como a estrutura é formada, como e por quem é composta, como ocorrem as mediações e interações, quem são os nós mais relevantes, como ocorre o fluxo de informação; _Conceito: Redes Sociais NA Internet
  9. Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais

    | Me. Taís Oliveira o Netlityc: conexão com a API, coleta e visualização (link); o Gephi: métricas e visualização de rede (link); o 20 Ferramentas para Análise de Redes e Grafos em Mídias Sociais. _Ferramentas
  10. None
  11. None
  12. Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais

    | Me. Taís Oliveira #QuemMandouMatarMarielle: a mobilização online um ano após o assassinato de Marielle Franco Taís Silva Oliveira, Dulcilei da Conceição Lima e Claudio Luis de Camargo Penteado (link)
  13. Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais

    | Me. Taís Oliveira o O grau de entrada representa a quantidade de vezes que determinado ator foi mencionado; o O diâmetro determina o tamanho da rede e a maior distância entre dois nós; o A densidade é a métrica que mede a proximidade possível entre os nós da rede, quanto mais próximos de 1 mais rápido é a possibilidade de uma informação circular na rede, quanto mais próximo de 0, a conexão entre outros nós da rede é quase inexistente; o A reciprocidade trata da proporção de laços recíprocos, quanto maior o número maior a existência de conversas bilaterais e menor representa conversas unilaterais, ou seja, sem ida e volta; o Quando o grau de centralização está mais próximo de 1 significa que alguns nós são centrais na discussão na rede, mais próximo de 0 significa que a rede é descentralizada e a informação circula mais livremente; o A modularidade compreende verificar se os grupos (clusters) representam comunidades distintas na rede, valores altos significam divisões claras e valores baixos provavelmente tem um grupo central de nós. _Algumas Métricas (Gephi)
  14. Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais

    | Me. Taís Oliveira o Redes Sociais na Internet e a Economia Étnica: Um estudo sobre o Afroempreendedorismo no Brasil (link); o Os maiores absurdos que um sudestino já te disse (link); o Usando análise de redes sociais para mapear veículos e relacionamento com a imprensa (link); o Interrogating Vision APIs (link); o Análise de redes para compreender a polarização política do Brasil no Facebook (link); o Quando tudo parecia ser tão distante daqui: a eclosão das narrativas sobre covid-19 (link); o #BrequedosApps: fugindo da já tão manjada polarização política no Twitter (link); o Beyond the hashtags: #Ferguson, #Blacklivesmatter, and the online struggle for offline justice (link), _Exemplos de Redes
  15. Redes Sociais na Internet e a Economia Étnica: Um estudo

    sobre o Afroempreendedorismo no Brasil Taís Oliveira
  16. Os maiores absurdos que um sudestino já te disse Pedro

    Meirelles
  17. Usando análise de redes sociais para mapear veículos e relacionamento

    com a imprensasse Taís Oliveira
  18. Interrogating Vision APIs (Interrogando APIs de Visão Computacional) Tarcízio Silva,

    André Mintz et al
  19. Análise de redes para compreender a polarização política do Brasil

    no Facebook IBPAD
  20. Quando tudo parecia ser tão distante daqui: a eclosão das

    narrativas sobre covid-19 Labic / Ufes
  21. #BrequedosApps: fugindo da já tão manjada polarização política no Twitter

    Pedro Barciela
  22. Beyond the hashtags: #Ferguson, #Blacklivesmatter, and the online struggle for

    offline justice Deen Freelon et al
  23. Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais

    | Me. Taís Oliveira
  24. Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais

    | Me. Taís Oliveira _Sugestões de Leitura
  25. Compreendendo Movimentos Populares a partir da Análise de Redes Sociais

    | Me. Taís Oliveira _Sugestões de Leitura
  26. O b rigad a! :) @tais_so taisoliveira.me