Upgrade to Pro — share decks privately, control downloads, hide ads and more …

Métricas, Indicadores e Comportamento do Usuário

Métricas, Indicadores e Comportamento do Usuário

Uma palestra rápida e simples sobre métricas e formação de indicadores baseados em comportamentos do usuário dentro de Produtos Digitais.

1bf877955dc2e43662320fd3b0280166?s=128

Diego Eis

July 19, 2019
Tweet

Transcript

  1. Indicadores e Métricas em Produtos Digitais Por Diego Eis /

    2019
  2. Diego Eis @diegoeis https://diegoeis.com http://pmtoolkit.work https://pmletter.email https://medium.com/gestao-produtos https://tableless.com.br

  3. None
  4. Meu Twitter @diegoeis Meu blog https://diegoeis.com Letter sobre Product Management

    feita por e para Product Managers https://pmletter.email Canal sobre Gestão de Produtos no Medium https://medium.com/gestao-produtos Tableless https://tableless.com.br Projetos que mantenho:
  5. Qual a diferença entre métrica e indicador?

  6. Indicador Métricas Métricas são medidas individuais coletáveis e quantificáveis. Podemos

    dizer que são a menor unidade de um indicador. Indicadores são grupo de métricas que nos trazem uma visão de performance. Contém mais de uma variável.
  7. Indicador: LFT (Life Time Value) Métricas usadas: 1. Valor do

    ticket médio 2. Tempo de retenção do cliente Quanto os usuários gastam no seu produto durante seu tempo de relacionamento. Indicador: Stickness Métricas usadas: 1. DAU 2. MAU Porcentagem de usuários que retornam no produto (é melhor usar em conjunto com a execução de uma tarefa específica).
  8. As métricas e os indicadores dizem que algo está acontecendo,

    mas elas não te dizem o por que está acontecendo.
  9. Imagine que seu corpo é um produto. Pressão sanguínea, nível

    de glicose, temperatura são métricas, que juntos podem indicar que algo (ou nada) está acontecendo. Para saber realmente, você precisa de uma análise para saber o que acionou esse comportamento.
  10. Mais importante do que ter indicadores e métricas, é saber

    o que foi feito para movimentar esses ponteiros.
  11. ENTENDENDO O COMPORTAMENTO DO USUÁRIO para criação de indicadores

  12. Goals Actions Metrics Evaluations

  13. Produto

  14. Inputs do Usuário Os inputs são as necessidades e problemas

    do usuário. Output do Produto Os outputs são os resultados que o usuário tempo, ao usar seu produto. GOALS Produto
  15. Goals de negócio Quais os benefícios táticos e estratégicos para

    o negócio? Aumentar a receita? Diminuir de custos? Ser mais competitivo? Entrar em um novo mercado? Goals do usuário Como os usuários irão interagir com o produto? Quais necessidades os usuários irão satisfazer? Quais problemas querem que o produto resolva? Como o produto se integra com a vida dos usuários?
  16. Inputs do Usuário Output do Produto ACTIONS Produto

  17. São as "ações" que você quer que o usuário faça

    no seu produto para alcançar seus próprios objetivos e consequentemente os objetivos de negócio. As tarefas que os usuários fazem nas fases aquisição e ativação, retenção e engajamento, monetização e receita.
  18. Inputs do Usuário Produto Output do Produto Indicators & Metrics

  19. As ações dos usuários criam métricas, que por sua vez

    formam indicadores.
  20. Métricas e Indicadores não são avaliações. Os insights de produto

    vem da avaliação dos números.
  21. Goals Objetivos do usuário e do negócio a serem alcançados.

    Actions Ações/tarefas que o usuário faz no produto. Metrics Métricas que viram indicadores, provenientes das ações do usuário. Evaluations Avaliações e conclusões do comportamento do usuário baseadas nos indicadores.
  22. COMPORTAMENTOS geram métricas

  23. Não caia na ladainha de North Star Metrics ou One

    Metric That Matters. Pensar que apenas uma métrica direciona o produto, é simplificar demais um ambiente complexo.
  24. Goal Action Usuários executam ações Que completam objetivos de negócio

    e de produto. Input metrics Output metrics
  25. Jogadas individuais Pontuam

  26. Input Metrics são as ações do usuário no produto, que

    influenciam as Output Metrics, que são os indicadores de resultados dessas ações.
  27. Uma métrica só existe quando o usuário executa ações no

    produto. E ações só existem, para alcançar objetivos. E o usuário só executa ações no produto se ele está engajado.
  28. "O que importa não é o crescimento da quantidade de

    usuários, mas o crescimento dos usuários que completam uma ação principal. ― Sarah Tavel
  29. Tavel's Framework Hierarquia de Engajamento Foco em crescimento de usuários

    que completam uma "core" action. Produto fica melhor conforme o usuário usa mais. Usuários têm mais a perder deixando de usar o produto. Conforme os usuários engajam, eles criam um loop virtuoso no produto. Self- perpetuating Retaining users Growing engaged users
  30. A core action do produto são as ações que fundamentam

    o produto.
  31. Conexões de amigos Pinar

  32. Se um usuário se conectar com 7 amigos em 10

    dias, o usuário é retido de forma permanente. Se alguém pinar qualquer coisa, é quase certeza de que ele voltará na próxima semana. Engajamento + retenção receita pro sucesso
  33. Mas os usuários não executam apenas Core Actions nos produtos.

    Existem outras tarefas que suportam as Core Actions.
  34. Upload de Fotos e publicação de Status mantém o relacionamento

    com amigos. Threads e Replys ajudam a criar e fortalecer as conversas.
  35. Uma core action é boa quando cria uma network effect.

  36. Aumenta o mapa de interesse do usuário Atrai mais escritores

    Aumenta o número de tweets Mais leitores Experiência melhor de descobertas Mais usuários pinam
  37. O objetivo é transformar o uso do produto em hábito.

  38. "Instead of relying on expensive marketing, habit-forming companies link their

    services to the users’ daily routines and emotions. ― Nir Eyal
  39. None
  40. Cuidado com a ética .

  41. PRA fechar

  42. Quais as ações core e de suporte do produto, que

    ajudam no alcance dos objetivos de negócio? Quais features nós precisamos construir para estimulam a os usuários a completarem as ações?
  43. Cuidado com as métricas de vaidade. Elas são mais úteis

    no momento de growth, mas não no momento de desenvolvimento do produto. DAU, MAU, Pageviews, quantidade de logins, quantidade de download etc… São métricas que sozinhas, não dizem muita coisa, mas indicam se seu produto está em um momento de growth ou decadência.
  44. Referências: Metrics Game Framework https://hackernoon.com/metrics-game-framework-5e3dce1be8ac Tavel's Framework https://medium.com/@sarahtavel/the-hierarchy-of-engagement-expa nded-648329d60804 Livro:

    Hooked https://www.nirandfar.com/hooked/ Don't Let Your North Star Metric Deceive You https://www.reforge.com/blog/north-star-metric-growth
  45. Amplexos! Diego Eis @diegoeis https://diegoeis.com https://pmletter.email https://medium.com/gestao-produtos https://tableless.com.br