eMAG na PloneConference

eMAG na PloneConference

Publicado em 8 de nov de 2013. veja video em https://www.youtube.com/watch?v=9jGbDGTJfS4

29c9108ca9fd4485e8b00858892bd0a5?s=128

Fernanda Hoffmann Lobato

November 08, 2013
Tweet

Transcript

  1. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e

    Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico
  2. None
  3. Tim Berners-Lee, diretor do W3C afirma que o poder da

    Web está na sua universalidade. Para ele, “ser acessada por todos, independente de deficiência, é um aspecto essencial”. A acessibilidade na Web significa, portanto, permitir o acesso a todos, independente do tipo de usuário, situação ou ferramenta. A Web é acessível na sua origem
  4. None
  5. None
  6. BRENDA COSTA modelo desde os 16 anos, surda desde o

    nascimento. Foi recusada num teste numa agência por ser surda. Saiu chorando e no elevador cruzou com o dono da agência – que tinha um filho surdo. Fez novamente o teste e passou. Consegue entender através da leitura labial (surdo oralizada), fala com muita fluência, graças ao trabalho dedicado de sua fonoaúdiologa. Sente as vibrações da música e consegue dançar. Já desfilou no sambódromo diversas vezes.
  7. None
  8. None
  9. Deficiência temporária Foto: Flickr.com - Tuftronic10000

  10. Acessibilidade na web: A quem se destina? Usuários de Dispositivos

    Móveis Foto: everystockphoto.com -bartimaeus-
  11. Idade Avançada Nós, daqui alguns anos Foto: Flickr.com - Jacob

    Batter
  12. Medo de usar o computador Fear and Suspicion - Alyssa

    L. Miller
  13. 65% Falta de habilidade com o computador/internet Fonte: Pesquisa TIC

    Domicílios 2012 – CGI.br Pessoas que nunca acessaram a internet, mas usaram um computador. Motivos pelos quais nunca utilizou a internet Fonte: http://www.cetic.br/
  14. None
  15. Acessibilidade na web: A quem se destina? Acessibilidade é para

    todos !
  16. http://acessibilidade.w3c.br/pesquisa/resultados-preliminares/

  17. Fonte: Pesquisa TIC Domicílios 2010 – CGI.br Pessoas que nunca

    acessaram a internet, mas usaram um computador. Percentual (%) Acessar sites ou páginas que demoram para aparecer (muito pesadas) Não encontrar a informação desejada no site Ler um texto longo na Internet Acessar páginas com janelas que aparecem na tela (pop up) Lidar com itens de segurança em páginas da Internet como testes anti-spam, senhas, cadastros, logins Localizar um site específico pelas ferramentas de busca, como o Google Usar teclados virtuais de sites (para senhas) TOTAL BRASIL 46 35 29 28 21 14 10
  18. Já testou seu site?

  19. Já testou o seu site? Sem CSS e imagens Foto:

    Flickr.com - Baddog_
  20. sem monitor ?

  21. Como as pessoas navegam pelo leitor de tela?

  22. Como as pessoas navegam pelo leitor de tela?

  23. Como as pessoas navegam pelo leitor de tela?

  24. None
  25. Já ouviu seu site hoje?

  26. Apenas 6,96% das páginas do Governo Federal eram acessíveis em

    2011 (em 2010 eram 4,83% de acordo com o Censo na Web do CGI.Br)
  27. Processo para desenvolver sítio acessível: • Seguir os padrões Web;

    • Seguir as diretrizes e recomendações de acessibilidade; • Realizar avaliação de acessibilidade.
  28. Código acessível  Conteúdo alternativo para elementos não-textuais;  Dados

    de tabelas acessíveis;  Formulários acessíveis;  Menus de escape;  Teclas de acesso;  Folhas de estilo com medidas relativas;  Documentos legíveis sem a folha de estilos;  Semântica;
  29. Código acessível  Programação em camadas;  Não usar tabelas

    para diagramar;  Não utilizar frames;  Não utilizar elementos proprietários;
  30. Vídeos com legendas

  31. Alguns relatos pessoais

  32. 32 de Estrutura  Pragmático (estruturado de acordo com os

    problemas a serem abordados);  Dividido por áreas de atuação;  Padronização de funcionalidades. O que é o e-MAG 3.0
  33. 33 de Itens padrões para o Governo Federal: 1.Página com

    a descrição dos recursos de acessibilidade; 2.Teclas de atalho (3); 3.Barra de acessibilidade; 4.Apresentação do mapa do sitio; 5.Apresentação de formulário; 6.Conteúdo alternativo para imagens; 7.Apresentação de documentos. O que é o e-MAG 3.0
  34. 34 de • Divisão: 6 seções: – Marcação (9) –

    Comportamento (6) – Conteúdo/Informação (12) – Apresentação/Design (5) – Multimídia (5) – Formulário (8) • Total de 45 recomendações (Todas são importantes). Recomendações de acessibilidade
  35. • Cursos em EAD • CMS acessível Suindara • Checklists

    • Pesquisas • Tutoriais • Consultoria SISP • ASES E-MAG 3.0 - arcabouço
  36. ASES 1. Avaliadores  Avaliador de acessibilidade web;  Avaliador

    de código HTML/XHTML;  Avaliador de código CSS. 2. Simuladores  Simulador de navegação para cegos;  Simulador de navegação para baixa visão. 3. Ferramentas de apoio
  37. 37 de

  38. None
  39. http://premio.w3c.br/ Inscrições até 30 de Setembro

  40. None